Blogs Unigranrio

Imagine Uma Menina Com Cabelos De Brasil...

Imagine Uma Menina Com Cabelos De Brasil…

Assista ao filme, leia o roteiro e comente ao final deste post.

Animação, de Alexandre Bersot, Duração: 10 min

Gênero: Animação
Subgênero: Comédia, Drama
Diretor: Alexandre Bersot
Duração: 10 min     Ano: 2010     Bitola: Vídeo
País: Brasil     Local de Produção: RJ
Cor: Colorido
Sinopse: O cabelo, a fronteira final. Entre caretas e escovas, as viagens em busca de aceitação.

Versão com audiodescrição (Acessibilidade):


Audiodescrição:

Roteiro: Jorge Rein e Letícia Schwartz
Narração: Luciane Romanovski
http://www.milpalavras.net.br/

Deixe aqui seu comentário sobre esse post:

237 comments to Imagine Uma Menina Com Cabelos De Brasil…

  • menina com cabelos de Brasil enfrenta a relutância e o preconceito de outros países na intenção de unir-se a eles, não sendo aceita pelos demais,chega até a tentar mudar mudando seu penteado, mas como não podemos negar nossas raízes, seu penteado em forma de Brasil reaparece e ela continua na luta para integrar-se aos demais países, e aí a Rússia se encanta pelo Brasil e posteriormente Brasil acolhe A África, tendo assim mais força. Depois houve uma grande mudança que geral igualdade entre todos os países e crianças,gerando assim a globalização e a interação entre países e raças.
    A globalização podemos dizer que é um processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo todo. Através deste processo, as pessoas, os governos e as empresas trocam idéias, realizam transações financeiras e comerciais e espalham aspectos culturais pelos quatro cantos do planeta.

    O conceito de Aldeia Global se encaixa neste contexto, pois está relacionado com a criação de uma rede de conexões, que deixam as distâncias cada vez mais curtas, facilitando as relações culturais e econômicas de forma rápida e eficiente.

  • Rosiani do Valle silva
    Matricula 4604187
    Materia: ciencias da saude
    Turma:enfermagem noite unigranrio caxias
    A menina com cabelos de Brasil enfrenta a relutância e o preconceito de outros países na intenção de unir-se a eles, não sendo aceita pelos demais,chega até a tentar mudar mudando seu penteado, mas como não podemos negar nossas raízes, seu penteado em forma de Brasil reaparece e ela continua na luta para integrar-se aos demais países, e aí a Rússia se encanta pelo Brasil e posteriormente Brasil acolhe A África, tendo assim mais força. Depois houve uma grande mudança que geral igualdade entre todos os países e crianças,gerando assim a globalização e a interação entre países e raças.
    A globalização podemos dizer que é um processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo todo. Através deste processo, as pessoas, os governos e as empresas trocam idéias, realizam transações financeiras e comerciais e espalham aspectos culturais pelos quatro cantos do planeta.

    O conceito de Aldeia Global se encaixa neste contexto, pois está relacionado com a criação de uma rede de conexões, que deixam as distâncias cada vez mais curtas, facilitando as relações culturais e econômicas de forma rápida e eficiente.

  • Deize Dos Santos Pinho
    Matrícula: 4403994
    Curso: Medicina Veterinária
    Professora: Marilene Rodrigues

    O vídeo demonstra as diferenças raciais, evidenciando que num pais em globalização, tem que haver respeito, mas infelizmente ainda encontramos preconceitos, de cor, raça, origem e etc.. A globalização é um processo econômico e social estabelecendo integração de países e pessoas, mundo a fora. Através deste processo, as pessoas, governos e as empresas trocam ideias, realizam transações financeiras e comerciais, espalhando aspectos culturais pelo planeta.

  • Deize Dos Santos Pinho
    Matrícula: 4403994
    Curso: Medicina Veterinária 1 periodo
    Professora: Marilene Rodrigues

    Análise comparativa dos curtas :
    O vídeo ”imagine uma menina com cabelos de Brasil” demonstra as diferenças raciais, evidenciando que num pais em globalização, tem que haver respeito, mas infelizmente ainda encontramos preconceitos, de cor, raça, origem e etc.. A globalização é um processo econômico e social estabelecendo integração de países e pessoas, mundo a fora. Através deste processo, as pessoas, governos e as empresas trocam idéias, realizam transações financeiras e comerciais, espalhando aspectos culturais pelo planeta. O curta “A incrível história da mulher que mudou de cor” também abrange o tema preconceito, visa no objetivo de demonstrar o dia-a-dia de um branco e de um negro, a história conta a vida de uma mulher negra que percebe que está sendo tratada de maneira diferente, semelhante ao tratamento de um branco, por isso ela pensa que se tornou branca e enxerga como seria boa a vida se ela fosse branca; esse curta aborda a ideia de que, antigamente o racismo era bem forte, mas atualmente isso está diminuindo, ainda mais no Brasil que a mistura de raça, etnia e cores são bem comuns, porém ainda existe bastante discriminação e preconceito.
    QUESTÕES:
    1.Quais os efeitos da globalização na cultura?
    R: A globalização nao interfere na vida cultural,ela só leva as informações,o que está acontecendo no mundo,para os povos se atualizarem,fazendo com que este tenha um melhor modo de vida.
    2.Qual o cidadão que o mundo globalizado deseja? R: Um cidadão informado,apto para qualquer modo de vida,com os conhecimentos adquiridos pelo mundo.
    3.Há lugar para as culturas locais no mundo globalizado?!
    R:Sim,só não há lugar para pessoas que nao participam das atualidades do mundo.

  • Juliet de Freitas Rodrigues

    Este video se refere ao preconceito sofrido pela menina que no caso e o Brasil pelas outras meninas que são os outros países pois não esta se enquadrando no padrão das outras meninas que são os outros países. Certa parte de vido mostra que a menina com cabelos do Brasil se mostra solidaria a outras meninas que estão na mesma condição social. Isto mostra que o mundo mesmo globalizado ainda a preconceitos.

    Aluna: Juliet de Freitas Rodrigues
    Prof: Marilene Rodrigues
    Matricula: 4604136
    Turno: Enfermagem/Fisioterapia noite

  • Tento entender o que faz pessoas a não aceitarem o outro, por ser diferente. Julga-o, sem tentar realmente entendê-lo. O gordo que ri do magro. O magro que zomba do gordo. O branco que despreza o negro. O negro que odeia o branco.
    Como pode ser possível, isso acontecer, em um mundo em que a diversidade é ampla. Em cada região desse planeta existe ninguém que seja igual a outro, se não diferencia na aparência, a diferença aparece na personalidade, no jeito de agir, de viver. Por isso preconceito é pura tolice, de quem não respeita o outro.
    Ninguém deve mudar sua maneira de ser, para agradar a outro. Temos que ser autêntico e que nos respeitem por isso.

  • Maria Emília Pereira Gomes Martins

    Artes Visuais / 05
    Matricula: 0200578

    É muito triste não poder se aceitar. É muito triste não poder ser quem você quer ser. Se a menina usa calça e blusa largada já à denominam em várias personalidades diferentes, se a menina se veste super bem, igualmente. Como sempre, somos influenciado por um padrão que muda frequentemente. Antigamente mulheres robustas e coradas eram o padrão, e mesmo sendo um padrão, não obrigava uma mulher a perder sua saúde. Hoje em dia a moda é ser magra, e muita das vezes, isso gera distúrbios nas raparigas. O maior desafio é combater a baixa estima de cada um, para que possam se aceitar do jeito que são. Pois, quando estamos felizes com nós mesmos, não importa se o cabelo é cacheado ou liso, o que importa é o sorriso.

  • Thainan do Santos Leal

    Tema: Imagine uma menina com cabelos de Brasil
    Aluna: Thainan dos Santos Leal
    Matricula: 0200610
    Professor: Alexandre Sá.
    Artes Visuais

    O vídeo ‘Imagine uma menina com cabelos de Brasil’ nos mostra a globalização de uma maneira cômica que o autor trouxe. Uma boa ideias para trabalhar com as crianças com este vídeo nas escolas, ensina e diverte…
    ‘O processo de Globalização diz respeito à forma como os países interagem e aproximam pessoas, ou seja, interliga o mundo, levando em consideração aspectos econômicos, sociais, culturais e políticos. Com isso, gerando a fase da expansão capitalista, onde é possível realizar transações financeiras, expandir seu negócio até então restrito ao seu mercado de atuação para mercados distantes e emergentes, sem necessariamente um investimento alto de capital financeiro, pois a comunicação no mundo globalizado permite tal expansão, porém, obtêm-se como consequência o aumento acirrado da concorrência.’

  • Glaucia Gazolla Barbosa

    “A Incrível História da Mulher Que Mudou de Cor”

    Na história, a jovem tem preconceito com ela mesma, pós ela queria virar branca para ser assumida pelo outro jovem branco.

    Aluna: Glaucia Gazolla Barbosa – 0101514 – Manhã – Caxias
    Professora: Josélia Alencar
    Curso: Estética e Cosmética.

  • Diego Thiele Canuto

    A ideia do vídeo, nos mostra que devemos nos conhecer e saber que temos tanto valos quanto qualquer um, quanto qualquer outra nação, que não existem superiores e inferiores, existem as diferenças que nos enriquece como seres humanos.

    Aluno: Diego Thiele Canuto – 2500547
    Curso: História – 6°período
    IHM165-70 / 1 – Estagio Supervisionado III (no Ensino Médio)
    Prof. Angela Roberti; Cintia Bonfim

  • Renata Vieira de Lima Manhães
    Matrícula: 0200533
    Curso: Artes Visuais Disciplina: Estágio Supervisionado II
    Professores: Cíntia Bonfim e Alexandre Sá

    Muito interessante o vídeo porque em pouco tempo foi relatado de modo diferente a discriminação racial e social. O preconceito entre os países desenvolvidos com os subdesenvolvidos.A abordagem trazida pelo vídeo onde a menina Brasil sofre o desprezo e deboche de suas amigas igualmente representadas pelo formato de seus cabelos. Mas com a chegada da Índia e da África ela logo se mistura. A superação de tais situações de preconceito e discriminação é o que me chamou atenção no vídeo. Saber conviver com a diferença sem ter preconceito é um desafio para todos.

  • Renata Vieira de Lima Manhães

    Renata Vieira de Lima Manhães
    Matrícula: 0200533
    Curso: Artes Visuais Disciplina: Estágio Supervisionado II
    Professores: Cíntia Bonfim e Alexandre Sá
    Muito interessante o vídeo porque em pouco tempo foi relatado de modo diferente a discriminação racial e social. O preconceito entre os países desenvolvidos com os subdesenvolvidos.A abordagem trazida pelo vídeo onde a menina Brasil sofre o desprezo e deboche de suas amigas igualmente representadas pelo formato de seus cabelos. Mas com a chegada da Índia e da África ela logo se mistura. A superação de tais situações de preconceito e discriminação é o que me chamou atenção no vídeo. Saber conviver com a diferença sem ter preconceito é um desafio para todos.

  • NATÁLIA SILVA

    Aluna:Natália da Silva Pereira
    Mat.:0200577
    Professores: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim
    Estágio Supervisionado II- artes visuais
    É uma ótima animação para se passar para as crianças em sala de aula.Além do preconceito e diferenças, essa animação mostra que nesse momento globalizado em que vivemos,as relações são de interligação que nós necessitamos de contato humano assim como as nações são interligadas umas nas outras.

  • Paulo dos Santos Rosalino.

    Aluno: Paulo dos Santos Rosalino. / Matricula: 0200612.
    Disciplina: Estagio Supervisionado em Artes Visuais I.
    Código da turma: EED156-70.
    Professores: Alexandre Sá / Cintia da Rocha

    Imagine Uma Menina Com Cabelos De Brasil…

    Muito interessante abordagem do vídeo, ele mostra uma menina que sofre desprezo das amigas, por causa do formato do seu cabelo. Podemos através dele Ver como o mundo ainda é muito racista, apesar de tantas campanhas, leis etc. O que falta é uma conscientização do nosso dever de respeitar e aceita o próximo, porque ninguém é igual a ninguém!!

  • lLucivana das D. de Moraes Santos

    O vídeo aborda o preconceito entre as meninas que representam com seus cabelos os diversos países e continentes. A menina que representa o Brasil não foi aceita pelos demais, que zombavam de seu cabelo. Se sentindo inferior, ela se isolou das outras, tentando a todo custo modificar seu cabelo.
    Quando a menina com cabelo da Índia chegou, se uniu a menina do Brasil, logo ela percebeu, que ela não era a única diferente. Logo depois, encontraram a menina com cabelo da África, elas se tornam amigas e solidárias.
    O vídeo termina com a aceitação das diferenças, deixando transparecer que todos são iguais, independente das diferenças sociais e econômicas.
    Trazendo o vídeo para a vida real, fica claro o preconceito sofrido pelos países de Terceiro Mundo e subdesenvolvidos frente aos demais. Apesar de isto estar mudando progressivamente, ainda há uma baixa aceitação destes países tidos como “inferiores” (no aspecto cultural e econômico) por parte dos “superiores”.

    Aluna: Lucivana das D. de M. Santos
    Prof: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim
    Curso: Artes Visuais.
    Mat: 0200629

  • lLucivana das D. de Moraes Santos

    O vídeo aborda o preconceito entre as meninas que representam com seus cabelos os diversos países e continentes. A menina que representa o Brasil não foi aceita pelos demais, que zombavam de seu cabelo. Se sentindo inferior, ela se isolou das outras, tentando a todo custo modificar seu cabelo.
    Quando a menina com cabelo da Índia chegou, se uniu a menina do Brasil, logo ela percebeu, que ela não era a única diferente. Logo depois, encontraram a menina com cabelo da África, elas se tornam amigas e solidárias.
    O vídeo termina com a aceitação das diferenças, deixando transparecer que todos são iguais, independente das diferenças sociais e econômicas.
    Trazendo o vídeo para a vida real, fica claro o preconceito sofrido pelos países de Terceiro Mundo e subdesenvolvidos frente aos demais. Apesar de isto estar mudando progressivamente, ainda há uma baixa aceitação destes países tidos como “inferiores” (no aspecto cultural e econômico) por parte dos “superiores”.

    Aluna: Lucivana das D. de M. Santos
    Prof: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim
    Curso: Artes Visuais.
    Mat: 0200629

  • lLucivana das D. de Moraes Santos

    O vídeo aborda o preconceito entre as meninas que representam com seus cabelos os diversos países e continentes. A menina que representa o Brasil não foi aceita pelos demais, que zombavam de seu cabelo. Se sentindo inferior, ela se isolou das outras, tentando a todo custo modificar seu cabelo.
    Quando a menina com cabelo da Índia chegou, se uniu a menina do Brasil, logo ela percebeu, que ela não era a única diferente. Logo depois, encontraram a menina com cabelo da África, elas se tornam amigas e solidárias.
    O vídeo termina com a aceitação das diferenças, deixando transparecer que todos são iguais, independente das diferenças sociais e econômicas. Aluna: Lucivana das D. de M. Santos
    Prof: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim
    Curso: Artes Visuais.
    Mat: 0200629

  • Gisele Miranda dos Santos

    Artes Visuais4 período
    mat. 0200475

    o vídeo mostra que somos todos iguais e a menina com o cabelo de Brasil se sentia e era desprezada pelas demais e com isso ela se isolou, mas ao conhecer outra menina, percebeu que todas são iguais e ela ajudou até uma outra menina, que com cuidados se tornou como elas.
    Podemos dizer que a globalização é um processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo todo. Através deste processo, as pessoas, os governos e as empresas trocam idéias, realizam transações financeiras e comerciais e espalham aspectos culturais pelos quatro cantos do planeta.

  • Hérica Ferrari B. dos Santos

    ALUNA: Hérica Ferrari B.dos Santos
    Curso: Artes Visuais IV – 0200464
    Disciplina: Estágio I
    PROF: Cíntia Bonfim

    Imagine uma menina com cabelos do Brasil.

    Os padrões estéticos de beleza atuais determinam o que uma mulher precisa para ser bonita e estes padrões estão estampados nas revistas de moda e na mídia em geral, com a intenção de serem seguidos. Na vida real, muitas mulheres com obsessão pela busca da beleza padronizada, fazem dietas e passam horas alisando os cabelos deixando- os impecáveis. Isso reflete desde cedo nas crianças resultando assim na a insatisfação tristeza, perda da identidade e o isolamento. Esse vídeo é muito interessante porque ele vem contrapor essa ideia e traz a questão dentro de uma animação lúdica nos levando a uma reflexão de que para ser feliz é importante assumir a identidade.

  • Jefferson de melo castro

    Estágio supervisionado
    Aluno: Jefferson de melo castro
    Curso: Artes visuais
    Professores: Alexandre Sá e Cintia Bonfim

    Imagine uma menina com cabelos de Brasil

    O video aborda uma importante questão quanto ao preconceito racial, em se tratando de Brasil isso fica mais fórte pois somos um pais em sua grande maioria negros e mestiços. O filme aborda exatamente este ponto com a menina que se sente discriminada pelas amigas por causa de seu cabelo isso também é notado em relação ao Brasil pois a comparação que é feita no filme nos leva a comparar a menina com o Brasil que muitas das vezes sofre preconceito e discriminação em relação a Paises ricos por ser um pais ainda em desenvolvimento

  • selma fatima laurindo

    Curso: Licenciatura em Artes Visuais
    Matricula: 0200609,4°período
    Professores: Alexandre Sá e Cíntia Bomfim.
    Disciplina: Estágio Supervisionado I(observação)
    TEMA; IMAGINE UMA MENINA COM CABELO DE BRASIL.
    A menina com cabelo de Brasil mostra a realidade do preconceito que os países desenvolvido tem com os subdesenvolvidos e os demais se classe mais baixas samos o país TUPINIQUIM quem não conhece o Brasil pensa que aqui só tem mato e carnaval o ano todo o legal mesmo é ser o país do FUTEBOL
    uma maneira rápida e eficiente de entrar em contato com pessoas de outros países ou, até mesmo, de conhecer aspectos culturais e sociais de várias partes do planeta.Junto com a televisão, a rede mundial de computadores quebra barreiras e vai, cada vez mais,misturando as culturas e acabando com as fronteiras.

  • Aluno: Ricardo Trancoso gomes 0200616
    curso: Licenciatura em Artes Visuais 4°período
    Professora: Cíntia Bonfim
    Estágio Supervisionado I
    O vídeo “Imagine uma Menina com Cabelos de Brasil”, mostra uma história da jovem que tem certo preconceito com a sua própria pessoa, ela queria ser o que não era, pra ser assumida e aceita por um jovem branco. O vídeo mostra também a influência dos outros países na formação de cidadãos brasileiros, na aceitação dos nossos costumes e particularidades, com isso, interfere nessas opiniões e atinge nossa auto estima.

  • Caroline Fagundes da Silva

    Caroline Fagundes da Silva
    Matrícula: 0200624
    Disciplina: Estágio Supervisionado I
    Curso: Artes Visuais-4º período

    O vídeo mostra uma menina que tenta se auto aceitar por causa do seu cabelo de Brasil. Na verdade a menina sente-se excluída por ser diferente do que é imposto como padrão, tentando assim mudar a si mesma. Além da questão de auto aceitação, o vídeo mostra também a desvalorização que o Brasil sofre por outros países, devido a sua cultura e seus costumes diferentes.

  • Maria Madalena da Silva Marques

    Aluna:Maria Madalena da Silva Marques
    Matr:0200615
    Curso:Artes Visuais IV
    disciplina:Estágio I
    Profª:Cintia Bonfim
    Uma menina com cara de Brasil
    Aparecida é uma garotinha com baixa autoestima, descontente com seus cabelos e que se sente
    deslocada na escola;as coisas começam a mudar quando ela se une às suas duas únicas amigas
    para enfrentar a provocação das outras meninas.
    com muita determinação, Aparecida que conquistar o seu lugar no mundo!

  • Thais dos Reis Jaccoud

    Este filme mostra perfeitamente as situações que ocorrem na escola, preconceito, integração e respeito as diferenças. Uma criança que não é aceita pelo grupo se sente sozinha, isolada. O respeito ao outro é um tema que sempre deve ser desenvolvido no ambiente escolar.

  • wania jeronimo braga

    Enquanto não trazer para o nosso dia a dia a realidade da pluralidade entre as pessoas, suas origens e nacionalidades, haverão muitas meninas com comportamento de cabelo das miscigenações, principalmente negra do Brasil. E outras com comportamentos de segregação. Mas isto tem que ser trabalho desde cedo entre as crianças tanto as que praticam o preconceito, quanto e principalmente à personagem do drama, que precisa ter sua auto estima trabalhada e muita informação cultural para sentir toda a segurança de uma qualquer outra cidadã. A informação e acesso à cultura é o caminho, pois o preconceito é fruto da ignorância, pois não tem fundamento em nenhum setor biológico e cultural.

    Artes Visuais 6
    matrícula: 0200392
    EED157-70 – ESTAGIO SUPERVISIONADO EM ARTES VISUAIS II
    EED159-70 – ESTAGIO SUPERVISIONADO EM ARTES VISUAIS III

  • Mariane Barbosa

    Aluna: Mariane Barbosa de Oliveira
    Curso: Licenciatura em Artes Visuais
    Disciplina: Estágio Supervisionado em Artes Visuais
    Professores: Cintia Bonfim e Alexandre Sá

    A menina com cabelos de Brasil enfrenta a relutância e o preconceito de outros países na intenção de unir-se a eles, não sendo aceita pelos demais,chega até a tentar mudar mudando seu penteado, mas como não podemos negar nossas raízes, seu penteado em forma de Brasil reaparece e ela continua na luta para integrar-se aos demais países, e aí a Rússia se encanta pelo Brasil e posteriormente Brasil acolhe A África, tendo assim mais força. Depois houve uma grande mudança que geral igualdade entre todos os países e crianças,gerando assim a globalização e a interação entre países e raças.

  • Muito interessante a abordagem trazida pelo vídeo onde a menina Brasil sofre o desprezo e deboche de suas amigas igualmente representadas pelo formato de seus cabelos e cada qual simbolizando um país. O vídeo nos mostra as diferenças e como lidamos com elas. E superação de tais situações de preconceito e discriminação. Não é porque somos diferentes que somos melhores ou piores. Somos diferentes uns dos outros mas temos que tentar saber lidar com a diferença do outro.

  • Thamyres Ederli

    Bem esse curta mostra o peso da diferença, quando na verdade não deveria haver peso algum. Existem padrões diferentes de beleza e todos eles são belos independente de quão diferentes pareçam. Vemos no Brasil ainda hoje, o abandono das raízes em prol de uma beleza esteriotipada que quase ninguém possui mas, que produzem grandes efeitos na autoestima das mulheres e das meninas que já cedo sentem o peso do preconceito.
    Matéria: 2500549
    Estágio Supervisionado I
    Prof: Cíntia Bonfim
    Curso: História/ 6° período

  • marisa gomes alonso

    O vídeo aborda o preconceito entre as meninas que representam com seus cabelos os diversos países e continentes. A menina que representa o Brasil não foi aceita pelos demais, que zombavam de seu cabelo. Se sentindo inferior, ela se isolou das outras, tentando a todo custo modificar seu cabelo.
    Quando a menina com cabelo da Índia chegou, se uniu a menina do Brasil, logo ela percebeu, que ela não era a única diferente. Logo depois, encontraram a menina com cabelo da África, elas se tornam amigas e solidárias.
    O vídeo termina com a aceitação das diferenças, deixando transparecer que todos são iguais, independente das diferenças sociais e econômicas.

    Marisa Gomes Alonso
    Prof: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim
    Curso: Artes Visuais.
    Mat: 0200619

  • Auna: Rosana Barros da Silva
    Matr.: 0200592
    Artes Visuais-4º período
    Prof.: Alexandre Sá

    O vídeo retrata cidadania, preconceito, diversidade,ética, discriminação. É uma grande lição que nos faz pensar que como seres humanos, independente de raça, cor, preferências ou qualquer outra circunstância, somos todos iguais com mesmos direitos. E para que possamos aceitar as diferenças do outro, precisamos primeiro nos aceitar.

  • Daniele Milan

    Um ótimo vídeo para trabalhar em sala de aula, mostrando aos alunos de uma forma diferença o conceito de globalização.
    ‘Podemos dizer que é um processo econômico e social que estabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo todo. Através deste processo, as pessoas, os governos e as empresas trocam idéias, realizam transações financeiras e comerciais e espalham aspectos culturais pelos quatro cantos do planeta’

  • Marli Fagundes

    O vídeo nos mostra que todos nó somos iguais, e que cada um tem sua beleza, não importa o que as pessoas falam e sim o que realmente você é.
    A menina do cabelo de Brasil vivia triste porque todos riam de seu cabelo, mas quando ela conheceu a menina de cabelo Asiático, ela pode perceber que cada um tem sua beleza.

  • Luanda Alves

    Luanda Alves
    turma: Artes visuais/ 4º período
    professor: Alexandre Sá
    Trata-se de uma bela e divertida animação de Alexandre Bersot, que trabalha valores como nacionalidade, identidade cultural, diversidade e globalização.
    O cabelo é literalmente o fio condutor da história destas meninas que estudam numa mesma escola e são marcadas pela forma de seu penteado, que lembra a geografia de seu país. A animação abordar as características que uma pessoa carrega consigo de seu país e que não pode modificar facilmente, além disso, nos faz pensar sobre alguns padrões de comportamentos trazidas pela globalização; já que esta é um processo que interliga o mundo e atua nas áreas econômica, social, política e cultural.

  • Camila de Souza

    Curso: Artes Visuais
    Matrícula: 0200587

    O vídeo aborda questões étnicas de aceitação da própria imagem representados pela menina com cabelos de Brasil. Acho um debate muito válido para melhorar a auto estima das crianças não têm seu padrão de beleza representado na mídia, fazendo que se sintam inferiorizadas. O filme mostra que cada etnia tem suas próprias características e que nenhuma é inferior a outra, todas são igualmente belas.

  • Samuel José Pires

    Samuel José Pires
    Matricula:0200566
    Estagio Supervisionado 2
    Artes Visuais Licenciatura

    A animação mostra uma questão de aceitação, a partir da brincadeira entre os cabelos, onde todas as garotas da escola representam um determinado pais.
    Porém meninas com cabelos que representam nações ou continentes mais pobres, sofrem bullying das outras meninas que representam nações do primeiro mundo.
    Muito criativo a ideia principal da animação, mas acredito que outras questões poderiam ser abordadas.

  • Karine Lima Paixão

    matricula : 0101679
    curso:superior tecnologia em estética e cosmética

    Achei a questão da animação bem legal , pois mostrou as diferenças que cada País tem , onde aborda preconceitos e diferenças sociais , pois a menina com o cabelo representando pelo país do Brasil ela se sente rejeitada pelo outros países , pelo fato dela achar que nao tem o mesmo valor que elas..achei bastante interessante que ele mostrou claramente os países de primeiro mundo e outros países mais pobres, mostrou também a questão do bullying de raça,cor, questão financeira.Achei bem criativo !!

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>