Blogs Unigranrio

Consumo alienado X Consumo consciente

Abrindo os eventos deste bimestre Maio/Junho de 2012, tivemos a palestra do Profº Elielso de Sousa .

Foi um sucesso!!!! tanto a palestra quanto as inscrições para os dois dias de evento; as inscrições pelo portal se esgotaram em apenas dois dias. Se você não conseguiu se inscrever e perdeu a palestra, clique abaixo e veja a apresentação em power point sobre CONSUMO ALIENADO X CONSUMO CONSCIENTE.

O Profº Elielso usou trechos dos filmes abaixo para ilustrar sua fala, vale a pena clicar e assistir.

O DIA EM QUE A TERRA PAROU.

OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS

MATRIX

CLIPE DE MÚSICA: GERAÇÃO COCA-COLA

HISTÓRIA DAS COISAS .

Quer o texto da palestra na íntegra ? CLIQUE AQUI

E não esqueça de ver no topo do blog , nas abas : GALERIA DE FOTOS ; as fotos e vídeos desse evento.

Deixe aqui seu post sobre o que entendeu e achou da palestra.

194 comments to Consumo alienado X Consumo consciente

  1. Joyce de souza
    maio 30th, 2012 às 14:04

    O cidadão brasileiro é considerado um dos mais poluentes do mundo, pois consome muitas futilidades que só prejudica o meio ambiente, costume esse que já vem sendo passado por gerações, e isso vem ocorrendo não só no Brasil, mas em outros países também devido a revolução técnico – cientifica, conhecida também como a revolução tecnologia, onde a idéia principal que foi adotada era: produzir mais, para que se consuma mais. E assim aconteceu, então devemos rever os nossos princípios e começar a agir corretamente para que possamos viver em mundo melhor.

    8º período de enfermagem
    Profª: Edeusa de Souza

  2. Priscila Lima Gonçalves Pereira
    maio 30th, 2012 às 17:23

    No mundo capitalista em que vivemos ,somos influenciados a consumir sem priorizar o que realmente é importante e necessário para vivermos o que realmente importa é consumir, nos tornamos escravos da tecnologia e do consumo desenfreado,descartamos de modo incorreto os produtos quando eles não nos servem mais, neste contexto, passamos a poluir o mundo, nos tornando consumidores alienados, a famosa geração “coca-cola”. É necessário uma mudança urgente no nosso modo de pensar e agir para que nós e nossos filhos possamos desfrutar de um mundo melhor.
    7º período Enfermagem
    profº Edeusa

  3. Luis Fabiano Siqueira da Silva
    maio 30th, 2012 às 21:24

    Identificamos que os brasileiros continuam poluindo cada dia mais,e o consumo para o ano de 2012 teve uma queda conforme as estatísticas. Mais em alguns países, o consumo e a poluição do meio ambiente continuam prevalecendo,agora estamos em uma era extremamente tecnológica, onde todos querem se adequar e obter produtos, os jovens atualmente entraram na classe mais consumista do mercado, onde tem um marketing que faz com que todos consuma mais, seguindo aquela famosa idéia consumista produzir mais, para que consuma mais.
    Algumas pessoas estão revendo seus princípios para que possamos ter um futuro melhor.

    7º período de enfermagem
    Profª: Edeusa de Souza

  4. Harley Ferreira da Silva
    maio 31st, 2012 às 22:40

    Ao ouvirmos falar de consumo alienado, nos vem na cabeça a ideia de perturbação, loucura, insanidade… mas, se tratando de consumo, essa alienação se torna (infelizmente) necessária para muitos de nós atualmente. Tudo que consumimos (tanto bens materiais quanto alimentos) são coisas que, de uma certa forma, nos faz reforçar a situação de escravidão que vivemos, pois quanto mais adquirimos produtos industrializados mais poder damos às empresas que nos oferecem esses tipos de “PRODUTOS”.
    Outro dia, vendo uma matéria na TV, percebi que poderíamos viver sem a tal da globalização. Uma comunidade ribeirinha sobrevivendo apenas com seu plantio, sem agrotóxicos e totalmente desligados do mundo, pois não tinham acesso a televisão, rádio muito menos internet. Com isso, se pudéssemos voltar no tempo gradativamente, conseguiríamos melhorar, ou quem sabe salvar, nosso planeta evitando tantos desmatamentos e diminuindo a grade poluição que nos rodeia. Viveríamos, bem, nos tempos de nossos avós.
    Infelizmente é uma realidade que se torna cada vez mais impossível, com tantas propagandas enganosas, nossas crianças crescerem necessitando dos industrializados, da modernidades e da globalização.
    Com tanto descaso com nosso planeta, irá chegar a hora que teremos que puxar uma enorme descarga limpando a imundície que está se tornando o nosso mundo, pana que desceremos juntos…

  5. leila
    junho 1st, 2012 às 20:19

    Estamos nos tornando alienados pelo consumo desde muito cedo, seja por influência da mídia, ou pelos pais que para suprirem sua ausência enchem os filhos de presentes caros,fazem todas as suas vontades, contribuindo mesmo que, inconscientemente para o surgimento de adultos sem limites que não toleram ouvir a palavra, não.

  6. Maísa matricula : 4107537 Enfermagem - periodo 7º
    junho 1st, 2012 às 20:25

    O consumismo alienado , infelizmente se tornou marca registrada não só do nosso país , como do mundo inteiro … a necessidade de ter coisas, de se apoderar de coisas, de ser reconhecido através de bens materiais hoje em dia é essencial para qualquer um que queira ser inserido na sociedade. O consumo consciente é apenas um IDEAL , UMA HISTÓRIA , UMA LENDA, do que poderíamos ter sido um dia na nossa história !

  7. Simone Moreira
    junho 2nd, 2012 às 16:34

    As justificativas para um consumo irresponsável possuem muitas vertentes e acredito que uma delas seja as exigências do nosso cotidiano, que faz de nossa vida uma maratona diária de afazeres infindáveis (produzindo lixo). Corremos tanto que não vemos a paisagem a nossa volta, nossos filhos crescendo, nossos pais envelhecendo…nossa vida passando. Nesse contexto, o consumo virou moeda de troca, compramos para os nossos em sinal da atenção que não podemos dar. O mercado oferece a todo tempo novidades, é a globalização, e como ser legal sem oferecermos o que há de mais moderno para nossos filhos? Afinal sempre queremos dar tudo o que não tivemos, assim deixamos de ensinar o consumo consciente. Hoje corremos para ganhar, ganhamos para consumir e consumimos para sermos felizes e isso é um alto preço físico, pessoal e ambientalmente.

  8. Marcelo Antunes
    junho 2nd, 2012 às 17:17

    A população está cada vez mais, praticando o consumo alienado, o importante é ter e não ser.
    As empresas e as agências de propaganda são fortes aliadas para esse consumo exagerado, bombardeando todos os dias nossas mentes para o consumo compulsivo. Propaganda de cigarros com praias, lanchas, barcos, sempre com jovens bonitos, festas lindíssimas, griffes de roupas famosas com modelos. Materiais para musculação prometendo físico atlético em semanas, mas o que acontece é que o aparelho tão cobiçado em pouco tempo torna-se cabide, onde colocamos nossas roupas penduradas quando chegamos do trabalho.
    A cada dia chega ao mercado novos celulares com novas tecnologias, e o celular que temos já se encontra ultrapassado, estimulando o consumo do produto.
    Marcelo Antunes - Mat. 4101066 - Enfermagem - 7° período

  9. Carin Almeida Rodrigues da Silva matr.4107448
    junho 2nd, 2012 às 23:48

    Enfermagem 7º periodo matr:4107448
    Infelismente o mundo em que vivemos nos obriga a praticar o consumo alienado. A mídia faz este papel muito bem, e isso não é de hoje. Se observarmos até as novelas tem sido uma porta de entrada para o consumo alienado, pois cada vez mais fazem propagandas de produtos e marcas famosas para convencer os telespectadores de consumo. E aqueles que “não podem comprar” se sentem na obrigação de se esforçarem para aderirem a este produto. Sem contar o problema que isto traz aos pais, com seus filhos que não tem limites de consumo, pois a cada marca apresentada cresce a necessidade de adquiri-las incosequentemente. Precisamos rever nossos conceitos do que realmene nos é necessario.

  10. leila
    junho 4th, 2012 às 11:06

    Desenvolvimento sustentável é uma questão que envolve fatores ambiental, social e econômico.Produzir e preservar, fornecer oportunidade de trabalho como na produção agrícola, aos que não a tiveram, melhorando até mesmo a qualidade dos produtos a serem consumidos. O emprego e o consumo destes alimentos poderão até melhorar a saúde da população em geral.É importante conscientizar os empresários que visam apenas o lucro, na venda de produtos que muitas vezes deterioram lentamente a nossa saúde física e mental,com o consumo desenfreado, associando retorno financeiro com qualidade de vida para esta e para as próximas gerações.

  11. Viviane Barros
    junho 4th, 2012 às 16:07

    • “Hoje “o lema é” ter ou não ter ES a questão”, o ser humano é valorizado pelo que tem e não pelo que é por isso a cada dia as pessoas se acha na obrigação de consumir mais para assim alcançar o reconhecimento dos outros, causando desta forma a duvida, se eu comprar, terei o melhor; mais será que realmente necessito do que estou comprando.É esta confusão que a ditadura do consumo insere em nossas mentes, com propagandas chamativas isso é quase como uma grande seção de hipnotismo perante jornais,revistas,radio e TV . O consumismo desenfreado, alem de provocar prejuízos ao planeta com o aumento de lixo e extrações desenfreadas de matéria prima também tem nos causado doenças graves na mente e no corpo das pessoas. Hoje há um grande número de pessoas em tratamentos psicológicos porque não conseguem parar de comprar, afundando a si próprio, e em algumas vezes parentes, amigos, em fim qualquer um que possa lhe proporcionar o grande prazer da compra isso é uma doença que necessita de tratamento e cuidados como todas as outras que também são geradas pelo consumismo desenfreado, triste é saber quem nem todos tem acesso as informações que temos todos que tiveram o grande prazer de assistir a tão rica palestra,mas o planeta ta evoluindo quem sabe um dia todos terão acesso a tão valorosas informações.

  12. Diego sousa da silva
    junho 4th, 2012 às 17:56

    Turma: IEN 003-20 Matricula: 5700958 Nome: Diego Sousa da Silva Prof: Jorge Kenedy.
    Devemos focar nos 3Rs: Reuzir, Reutilizar e Reciclar.
    Reduzir: Comprar somente o que realmete precisamos, parar de viver de moda e trocar coisas que estão funcionando perfeitamente bem por uma nova pelo simples fato de estar fora de moda.
    Reutilizar: Se não serve mais para o fim que foi criado, use sua imaginação e utileze para outra função. Exintem vassouras feitas de garrafas PET.
    Reciclar: Quando não é possível reutilizar devemos dar um fim apropriado ao invés de silplesmente descarta-lo na natureza.
    Assim voltamos para o primeiro R da lista e por consequência diminuimos a estração de recursos naturais da natureza.

  13. Ludmila Oliveira
    junho 4th, 2012 às 19:20

    As palestras tratam de um assunto muito presente e preocupante no mundo de hoje. O consumo exagerado e sem medir consequências, coisa que com o tempo , infelizmente vem aumentando. Na palestra do Profº: Elielso de Solsa, ele chega a comparar a nossa geração, com a geração dita na famosa música da Legião Urbana, a “geração Coca Cola” e tem razão. Uma geração que foi programada para o consumo desenfreado e por sequência para a distribuição. Consumo não é Proibido, mais é necessário consumir com responsabilidade e respeito ao nosso planeta. É isso que devemos aprender.

    Ludmila O. da Silva Aberto 5700886/ Cálculo Diferencial e Integral II-IEN 003-20
    Engenharia de Petróleo e Gás
    Jorge Kenedy

  14. Kelly Cristina Drumond de M. Lima 4107495
    junho 5th, 2012 às 9:07

    a palestra nos mostra que devemos consumir com consiencia, pois o consumo alienado não traz somente prejuízos ao meio ambiente traz também a nossa saúde, que encontra-se cada vez mais frágil com o uso de alimentos industrializados pois não temos mais tempo para cozinhar alimentos saudáveis e assim acabamos caindo nas armadilhas dos faat-food, desta forma acabamos nos tornando um mundo doente, sem contar os produtos que a mídia tem nos apresentado a cada dia através dos meios de comunicação onde somos tentados a praticar o consumo alienado, por que se não praticarmos não fazemos parte da sociedade uma sociedade que tem nos engolido a cada dia cabe a cada um de nós refletirmos sobre o consumo alienado em nossas vidas e o impacto que ele pode causar futuramente em nossas vidas.
    Kelly Cristina Drumond de Mattos Lima 4107495 Caxias- Noite
    Enfermagem 7º período.

  15. MARIA CLAUDIA M. DE CARVALHO 4107201
    junho 5th, 2012 às 12:31

    Muito se tem falado e pouco se tem feito. A verdade é que o consumo alienado, é o que fazemos todos os dias, por modismo, futilidade, influencia de amigos, ajuda financeira dos bancos e incentivos fiscais. Consumimos exacerbadamente produtos que não necessitamos.
    O consumo consciente, é quanto você pensa no próximo, pensa na natureza, na vida, utiliza mas, sem explorar, começa a se policiar nos pequenos gestos, tipo o uso de sacolas retornáveis, a separação do lixo, banhos mais rápidos, dar preferência por compras que a produção pense no amanha. Pequenos gestos, mas grande diferença.
    Talvez, seja hora de retornamos a dar para as nossas crianças, uma matéria que nunca deveríamos ter tirado da pauta, Moral e Civismo, aprender a dar valor a família e a pátria.

  16. Lidiane Dias Mazzaro
    junho 5th, 2012 às 13:40

    Com todas as facilidades e incentivos ao consumo dos dias atuais, fica cada vez mais dificil superar a absolescência. É necessário que se crie uma política de educação ambiental e de responsabilidade social para que as futuras gerações consigam absorver a conciência necessária para tal superação. Ocorre que, muito tempo se passou desde a revolução industrial até o início de uma concientização neste sentido. Assim, o consumo irresponsável tomou grandes proporções, só sendo possível agir hoje para um resultado amanhã. E quem sabe conseguir a salvação do planeta terra!!!!!

  17. Aline de Fátima
    junho 5th, 2012 às 23:24

    Devemos pensar como sociedade! A midia e suas inteligentes jogadas de marketing induzem o consumo exagero. O consumo alienado exclui a possibilidade de escolha e nos leva aos modismos. O meio ambiente tambem sofre as consequencias! Cada dia temos mais poluição e menos saúde. A palestra nos levou a pensar sofre nossas gerações futuras e como é importante mudarmos agora para que nosso ecossistema possa continuar vivendo.

  18. paula Fernanda vieira Gusmão
    junho 6th, 2012 às 13:10

    nos dia atuais,nos desperdiçamos nosso tempo com coisa fúteis, e com isso levamos nossos filho a cometerem os mesmo erros que cometemos. hoje em dia não nos imaginamos sem um celular e tem que ser o melhor, uma boa televisão, internet,um carro do ano,roupas caras etc, com isso ficamos refém do consumo alienado,gastamos mais do que ganhamos,por isso devemos consumir o necessário para que possamos ter uma vida melhor e um mundo melhor,para nos e nossos filhos e poder assim mostrar que podemos viver bem com o suficiente sem agredir o meio ambiente,o mundo ,nossa vida e nossa futuras gerações.

    aluna do 8° período, prof: edeusa.

  19. Elisângela Araujo
    junho 6th, 2012 às 13:24

    a palestra nos mostra que devemos saber o que consumir, pois nos dias atuais vivemos consumindo coisas que não são necessárias e que prejudicam nossa saúde e o meio ambiente, porque a cada dia a mídia nos oferece novos produtos,alimentos industrializados,como devemos ser fisicamente etc,este consumo alienado esta destruindo cada dia mais nossas vidas, pois coisas simples com fazer uma comida fresca, acaba ficando mais fácil comprar pronto trazendo malefícios a saúde e o meio ambiente. por isso devemos ter um consumo consciente para não sofremos com as consequências.

    aluna do 8° período, prof: edeusa

  20. ingred louise
    junho 6th, 2012 às 13:43

    Consumo alienado,essa é a característica do nosso momento atual ,estamos sempre precisando de tudo,não se consegue viver mais sem internet,celular,mas se olharmos para trás vamos perceber como éramos mais simples e felizes. Hoje em dia uma criança não gosta de brincar na rua,pique ,jogar bola,enfim ,já cresce só querendo estar atrás do computador,não tem mais infância,o que sempre foi saudável agora é ultrapassado ,lembranças boas que nossos filhos não terão,a mídia também tem uma conotação sexual apelativa que não tem mais horário,estamos ficando sem regras e vivendo a vida sem pensar no amanhã ,sem pensar em jogar o lixo no lixo , ingerir comidas saudáveis.Isso me lembra um fato que me deixa muito chateada,no outro dia andando de trem uma senhora estava com uma criança bebendo um refrigerante e quando acabou ela jogou no chão,só que a lixeira estava ao lado dela, nem precisava ela levantar para jogar no lixo ,mas ela preferiu jogar no chão e o pior na frente da criança!!!Qual a educação essa criança vai ter?Temos que nos conscientizar que o planeta é nosso e assim passar a respeitá-lo mais ou pelo menos fazendo as nossa parte.
    ingred louise da silva pacifico mat:4105680
    Enfermagem 7º periodo

  21. gesislaine fernandes
    junho 6th, 2012 às 13:44

    a ânsia do consumo perde todas as relações com as necessidades reais do ser humano, fazendo com que as pessoas gastem sempre mais do que ganham. o comercio facilita parcelando as prestações,muitas das vezes só porque esta na moda queremos adquirir o produto que esta em evidencia no mercado.os indivíduos que buscam consumir de maneira mais consciente,buscam do equilíbrio das necessidades individuais e as coisas que são desnecesarias.o consumidor consciente não apenas reclama pelos seus direitos, mas também tem deveres a cumprir e atitudes a tomar, pois acredita na possibilidade de contribuir para mudanças locais e planetárias por meio de seu ato de consumo.

  22. daniela souza
    junho 7th, 2012 às 15:43

    é totalmente evidente que somos consumidos pelo nosso próprio consumo ilimitado.Vivemos num país capitalista e totalmente consumista.Tal capitalismo sustentado pelo governo e propaganda comerciais que nos dizem todos os dias em voz alta que nos estamos feios,fora de moda,ultrapassado,antiquado.Com isso há a necessidade da troca do proprio de consumo para que haja uma nova produção,ou seja produção gerando consumo,consumo gerando produção.Porque ser uma pessoa alienada?.Será que com isso viveremos dentro de uma sociedade.Claro que não.Só queremos satisfazer o nosso prazer pessoal.Não ser um cosumidor alienado não depende só de nós mas acaba envolvendo todo uma sociedade que exigem cada vez mas de cada um de nós(moda).Temos a necessidade de um consumo conciência,tudo que era tão primitivo e saudavel já não existe mas.O mundo está pedindo ajuda, pois não consegue mas reparar os nossos estragos que está se tornando irreversivel.

  23. Luzenilda dos Santos Nunes
    junho 7th, 2012 às 17:37

    A Era capitalista tem influenciado a maneira de se consumir, com ideais de modernidade que deterioram o conceito do bem comum e o da família, geram comportamentos individualistas, mesmo dentro de um grupo de pessoas, as quais querem se destacar “por ter algo” ou manter-se no “nível consumista dos outros” . Isto mostra quão escravos se tornaram de seus inventos e avanços tecnológicos, esta parte da humanidade é praticante do consumo alienado e compulsivo. Mas em contraposição vem o consumo consciente, aliado a um cidadão preocupado com o uso racional de tudo que o nosso planeta tem para nos oferecer, ou seja, a busca do equilíbrio no desenvolvimento econômico, social e ambiental em prol de todos os habitantes atuais e futuros de nossa TERRA.

  24. iasmim cataldo
    junho 7th, 2012 às 19:39

    Vivemos em um mundo de consumo.A demanda esta cada vez maior.O fato de um mesmo produto ser lançado com simples detalhes diferentes faz com que se queira compra-lo,ainda mais o mercado facilitando,as famosas parcelas.Desse modo a obsolencência se torna difícil de acabar ou controlar.O problema não é consumir estar na moda,ter produtos bons,e sim consumir além da necessidades.As pessoas não pensam nos danos causados com a fabricação dos produtos,só pensam em comprar.Causando poluição, acabando com as florestas.O mundo se tornou um ciclo pois a mídia influencia muito.

  25. Elizeu Bandeira de Lima (1º Período/Direito-Mat.2208810)
    junho 7th, 2012 às 20:19

    A conscientização da sociedade é a melhor forma de superar o princípio da obsolescência, é mostrar a responsabilidade de cada cidadão brasileiro, pois são os principais causadores de tudo isso, pois se adotarmos o consumo consciente e educarmos os nossos filhos a fazê-lo, conseguiremos reduzir o impacto ambiental causados no mundo, as escolas ajudam, mas a cultura da sustentabilidade deve se tornar realidade no seio de cada família brasileira é com a colaboração de todos que mudaremos a história.

  26. Adriana Bomfim Silva
    junho 7th, 2012 às 21:49

    Consumo consciente!
    O mundo está em crise, nossas escolhas e modo de vida têm afetado o nosso planeta. Somos extremamente induzidos a consumir aquilo que não precisamos numa forma de compensar nossas insatisfações. Vamos nos libertar de todo esse processo, procurando refletir antes de comprarmos um celular novo e mais “transado”, um sapato ou roupa da moda, pois os verdadeiros valores que atribuem a essas mesmas coisas não são o real, pois são pagos com vidas. Vidas, não há como atribuir valor as mesmas!
    Adriana Bomfim Silva (Aluna de Direto - Unigranrio)

  27. Chayenne Rebello
    junho 8th, 2012 às 0:54

    Tendo em vista que no sistema que vivemos hoje que não compra muita ou possui muitas coisas não tem valor. Com adolescentes cada vez mais consumidores desenfreados e inconscientes, onde são cada vez mais induzidos a consumir o que não precisam, ocupando
    seus dias com TV, aparelhos eletrônicos modernos e compras deveriam se preocupar mas com a família, amigos, lazer…
    Um sistema em crise que esta cada vez, mas degradando o nosso planeta onde quase tudo ou tudo que se consome tem toxinas, onde o governo disputa o poder com as corporações, onde as corporações tem mais influência sobre nossas vidas.
    Isso só vai mudar quando unirem forcas para pensar, mas no futuro das novas gerações e principalmente na melhor forma para poder ajudar o meio ambiente.

  28. Gabrielle C. de Sá
    junho 8th, 2012 às 8:48

    Enquanto não tivermos ideia da noção do que é útil, funcional, ecológico, adequado, ou que colabora com a sustentabilidade, preservação e manutenção do meio ambiente, será difícil controlar a obsolescência. A obsolescência está, antes de tudo, em nossas mentes. O consumidor quer trocar, mesmo sem precisar, um produto. Acredito que para superar essa obsolescência as propagandas não deveriam fazer apelos para um consumo inconsciente e produtos sustentáveis deveriam ser mais baratos. Ao invés de comprarmos um produto, poderíamos alugar. A partir dessa iniciativa, se o consumidor aderir em diversos segmentos, as empresas começariam a ser obrigadas a produzir produtos com mais durabilidade e qualidade, pois a manutenção passaria ser de responsabilidade delas.Resumidamente, a obsolescência poderia ser superada a partir de um consumo colaborativo.

  29. Ana Paula 2207731
    junho 8th, 2012 às 14:42

    Penso a alienação algo ligado ao
    irresponsável para com a vida e com o meio em que
    nós vivemos. Acredito ser a alienação perfeitamente
    aceitável para as pessoas que foram educadas
    ignorando determinados valores ou para aquelas
    que por infelicidade perderam a capacidade de julgar
    a realidade desta patologia. Porém no momento
    crítico que vivemos já passamos da hora de revisitar
    alguns valores e incrementar aqueles tímidos que
    são importantes. O principal é a responsabilidade.

  30. Diego Dias Sardella
    junho 8th, 2012 às 15:13

    O Consumo Alienado tem se tornado algo muito constante em nossas vidas, com um alto índice preocupante em relação ao nosso planeta terra.
    Estamos utilizando demasiados materiais, ficando escasso os nossos recursos naturais.
    Hoje em dia, muitas crianças sabem lidar mais com a tecnologia do que muitos adultos, porque a maioria das crianças de hoje, não pedem mais brinquedos, pedem aparelhos eletrônicos.
    Está tudo muito invertido, a sociedade se tornou muito consumista, isso tudo porque a facilidade de se consumir também aumentou bastante, e com isso vêm os pontos negativos também. As empresas como num todo, cooperam para que o nosso consumo seja exagerado, produzindo diversos produtos que em pouco tempo saem de linha, os tornando ultrapassados e fora de moda, propagando através de meios de comunicação, seus anúncios, suas novidades que nos instigam a adquirir o que muita das vezes não tem nenhuma necessidade, ficando a dúvida se são as pessoas que consomem os produtos, ou se os produtos que consomem as pessoas. Devemos mudar o conceito de várias pessoas que pensam da seguinte forma: “Só a minha atitude não adianta, Pra que separarem os lixos, se quando colocados na rua os garis misturam tudo e colocam no caminhão triturador?”. Então devemos entrar em um consenso, nos unindo, criando meios de educar a sociedade, criando políticas vigentes que sirvam para todos, nos manifestando a favor dos nossos direitos, pois se cada um fizer sua parte à missão de todos ficará menos árdua.

  31. Bárbara Agustini
    junho 8th, 2012 às 20:50

    O mundo atualmente vive em torno de uma solução para o impacto ambiental,já foram elaborados diversos recursos para tentar acabar com essa “agressão” ao meio ambiente, só que vivemos em mundo capitalista,com seus produtos que enchem os nossos olhos,que nos fazem estar sempre consumindo produtos só por causa de uma pequena mudança , produtos que não precisamos,produtos que podem durar anos ,mas por terem tecnologia avançada nos faz querer sempre ter o mais novo sem necessidade alguma,tornado-se um consumo alienado ,assim fazendo com que a obsolencência seja difícil de ser controlada ou até mesmo acabada.Nós não temos noção das consequências que a fabricação desses produtos trazem para o meio ambiente,não nos importando com os danos que podem causas,sempre querendo ter o melhor quando se trata de produtos novos com altas tecnologias,sendo que o que temos de melhor estamos destruindo aos poucos, que é o nosso planeta.A mudança desse nosso comportamento só virá a partir de nos mesmo , conscientizando as pessoas,nossos próprios filhos, pra que no futuro eles possavam viver em um planeta em que a sustentabilidade realmente funcione e faça diferença .

  32. Márcia Nogueira 2208869
    junho 8th, 2012 às 21:28

    O documentário nos mostra uma realidade tão presente em nossas vidas que não percebemos: o consumo. O governo tem o dever de olhar por nós, cuidar de nós, ele tem o papel de protetor, é o que mais nos prejudica pois pensam em seu próprio bem estar. Vivemos em um mundo consumista no qual o governo esta preocupado com as grandes corporações e seus impostos e não tem interesse em saber se estão prejudicando ou não o meio ambiente e o ser humano. Não pagamos o custo real das mercadoria que compramos, esse custo de produção é paga por pessoas que estão sendo exploradas em trabalhos quase escravos em algum país subdesenvolvido , temos que ter consciência e nos reeducarmos.

  33. weslley batista
    junho 8th, 2012 às 21:38

    A sociedade esta vivendo um consumo alienado, onde a mídia esta ajudando a influência ainda mais.
    Esse consumo é favorável aos empresários que visam o capital e usam estratégias para atrair os consumidores aos parcelamentos de mercadorias;e isso já esta gerando uma serie de problemas porque o consumo gera lixo imaginam esse processo acontecendo de forma desorganizada .
    Em suma precisamos ter consciência na hora de compra se realmente precisamos e o que podemos fazer para diminuir o impacto ao meio ambiente.

  34. Ubirajara Barbosa Nogueira
    junho 9th, 2012 às 0:49

    Produzir mais,para que se consuma corretamente para que possamos viver em mundo melhor.O mundo capitalista em que vivemos,somos influenciados a consumir sem priorizar o que realmente é importante e necessário para vivermos oque realmente importa é consumir.É necessário uma mudança urgente no nosso modo de pensar e agir para que nós e nossos filhos passam a desfrutar de uma coisa melhor.O consumismo alienado infelizmente se tornou registrada não só do nosso pais como do mundo inteiro,a necessidade de ter coisas de se apoderar de coisa.A população esta cada vez mais praticando o consumo alienado,o importante é ter e não ser.

  35. Daniela Elias Cerqueira
    junho 9th, 2012 às 10:54

    A modernidade trouxe consigo a rapidez na substituição tecnológica, ou seja os eletrônicos ficam cada vez mais modernos, não havendo limite para suas melhorias.Por sua vez,a mídia que é um agente de persuasão ímpar, assumiu o papel de induzir o cidadão ao consumo exacerbado, consumindo até mesmo o desnecessário, tornando-se um alienado. A solução para o princípio da obsolescência está na necessidade de direcionamento da população acerca das consequências deste tipo de atitude, que não gera um problema apenas para o cidadão em si, mas também para a natureza que acaba por herdar este lixo eletrônico. Abrindo também a visão da sociedade apontando para o desenvolvimento sustentável, no qual se tenta conciliar modernidade e preservação da natureza, sem tal iniciativa não se pode ter uma perspectiva boa para o futuro.

  36. Nely Pereira de Andrade ( 1º Período do Curso de Direito - Mat.2208769
    junho 9th, 2012 às 12:27

    Tema interessante, Consumo alienado X Consumo Consciente.
    Até que ponto o ser humano tem consciência dos seus atos? Quantos estão dispostos abrir mão dos seus desejos de consumir em prol da humanidade? Eu estaria disposta a isso? Você estaria disposto a isso? Por que o consumo já faz parte de nossas vidas como um vicio. Roupas novas, bons perfumes, calçados moderno, celular de última geração, lanches no Bob’s, no Mac Donald, bolsas, etc. O Quanto estaremos dispostos a abrir mão disso tudo para a recuperação do nosso planeta.Todos nós somos responsáveis, governantes, fabricantes e consumidores.Devemos mudar nossas atitude já e começarmos a contribuir para um futuro melhor,e meio ambiente sustentável.

  37. Deivilane Silva
    junho 9th, 2012 às 13:18

    Vivemos num mundo aonde as pessoas estão andando alienados, sem amor. Pessoas egoístas que só querem satisfazer seus interesses e esquecendo que esse mundo vive mais pessoas. As pessoas só pensam em consumir e esquecendo que existe outros métodos naturais que podemos utilizar sem prejudicar o Meio Ambiente. Seria essencial se essas atitudes partissem de empresas e de políticos para incentivar a população a cuidar e ter mais respeito com o Meio Ambiente, mas para isso devemos ser realistas, mostrar todos os desastres que esta ocorrendo com o nosso planeta devido o nossa acomodação e nossa falta de respeito. Para conscientizar as pessoas é necessário partir de nós mesmos bons hábitos e bons comportamentos para salvar o nosso planeta e o Meio Ambiente, devendo servir como exemplo para as gerações decorrentes.

  38. Deivilane Silva
    junho 9th, 2012 às 13:36

    Vivemos num mundo aonde as pessoas estão andando alienados, sem amor. Pessoas egoístas que só querem satisfazer seus interesses e esquecendo que esse mundo vive mais pessoas. As pessoas só pensam em consumir e esquecendo que existe outros métodos naturais que podemos utilizar sem prejudicar o Meio Ambiente. Seria essencial se todas as empresas e políticos criassem Leis e projetos para incentivar a população a cuidar e ter mais respeito com o Meio Ambiente, mas para isso devemos ser realistas, mostrar todos os desastres que esta ocorrendo com o nosso planeta devido o nossa acomodação e nossa falta de respeito. Para conscientizar as pessoas é necessário mostrar que os métodos naturais é a melhor opção e que o Consumo está prejudicando o nosso planeta. E necessário partir de nós mesmos bons hábitos e bons comportamentos para salvar o nosso planeta e o Meio Ambiente, devendo servir como exemplo para as gerações decorrentes.

  39. Felipe de Souza Matos
    junho 9th, 2012 às 16:05

    Com a tecnologia de hoje a obsolescência tem se tornado cada vez mais normal e a sociedade não esta se alertando a isso pois a cada dia que passa estamos produzindo mais e mais e estamos esquecendo de cuidar da natureza, estamos apenas falando e falando e o único jeito e medidas mas enérgicas e formas menos estabanadas de controle e mais trabalhadas, mais pensadas para acabar com esse consumo desenfreado e irresponsável e assim cuidar mais da natureza.

  40. Brenda Amaral da Silva
    junho 9th, 2012 às 16:56

    Na minha opinião, para pelo menos diminuir a obsolescência no capitalismo, é necessaria a conscientização das pessoas, principalmente dos mais jovens, para um consumo menos excessivo, o que acarretaria num aumento de estoque e consequentemente na diminuição da produção e do descarte( que causa sérios danos ao Meio Ambiente). A diminuição do consumo seria um ótimo principio para causar um choque nas linhas de produção, mas infelizmente o maior problema esta na obsolescência programada, que é a criação de produtos, exatamente para não durarem muito, o que obriga as pessoas a realizarem a troca. Por isso, para diminuir a obsolescência no capitalismo, só com a diminuicão do consumo e da produçao, e o aumento da vida útil das “coisas”.

  41. Uesclei Vicente Ribeiro Silva
    junho 9th, 2012 às 20:35

    O consumo alienado, infelizmente se tornou indispensável em nossas vidas. Com o avanço da tecnologia nós esquecemos de dar valor ao consumo consciente, o que é o certo, onde podemos reciclar e reutilizar vários produtos, não prejudicando o meio ambiente, porém nos tornamos escravos desse consumo alienado onde precisamos comprar cada vez mais para se adaptar a sociedade.

  42. Alcione da Silva Quintanilha
    junho 9th, 2012 às 21:19

    Quando falamos em obsolênscia lembramos de sustentabilidade e cidadania, são atos que devem atender a nossa necessidade do presente,sem comprometer a capacidade dos grandes despedicios de materias que podem ser usados, tudo bem que niguém quer continuar com o famoso celular tijolão ultrpassado.precisamos pensar mais antes de adquirir um
    novo produto tecnologicamente avançado, Nossas escolhas e modo de vida tem afetado o nosso Brasil, logo está assim exatamente porque estamos contribuindo para esses consumos indevidos, só para nos satisfazer de um modo de estarmos atualizados com o avanço da tecnológia no mundo de hoje.

  43. Graziella
    junho 10th, 2012 às 10:58

    A absolescência no capitalismo já existe há muito tempo. As pessoas compram e muitas vezes deixam de lado aquele produto, pois surgiu outro mais interessante, mas não querem saber pra onde vai o produto descartado. A absolescência programada existe pois a sociedade permite isso.
    Nas escolas deveriam implementar algum programa de conscientização em relação a este tema. Afinal os recursos disponíveis são escassos e o indivíduo quer sempre mais.

  44. naiara vieira santana dos santos
    junho 10th, 2012 às 13:14

    É REALMENTE COMPLICADO FALAR SOBRE ABSOLENCIA DO CAPITALISMO,ESSE CONSUMO É PRATICAMENTE INCONTROLAVEL NÓS SENTIMOS NECESSIDADE DE TER O QUE A DE MELHOR E MODERNO OU USAR O QUE ESTÁ NA MODA, A MIDIA, OS AMIGOS,E A PROPRIA VIDA ACABA NOS LEVANDO A ISSO. ESTAMOS ACABANDO COM NOSSAS PROPRIAS VIDAS, PROVAVELMENTE CHEGARA UMA HORA QUE NÃO TEREMOS MAIS O QUE FAZER COM TANTO LIXO, DE UMA FORMA GERAL.EU FICO TENTANDO IMAGINAR O QUE SERÁ DOS NOSSOS FILHOS E NETOS,A TENDENCIA É SÓ PIORAR.

  45. Myllena Lima
    junho 10th, 2012 às 13:21

    Com o capitalismo surgiu o aumento de consumo, o ser humano sente cada vez mais a necessidade de comprar para satisfazer suas vontades. Com isso as pessoas acabam deixando de lado o consumo consciente.
    Para cessar a obsolência no capitalismo, é necessário que as pessoas se conscientizem e percebam que podem consumir apenas o necessário, pois os recursos que estão disponíveis são escassos entretanto as pessoas sempre querem mais, querem suprir uma necessidade desnecessária.

  46. Samara Nascimento
    junho 10th, 2012 às 16:32

    Vivendo nesse mundo onde todos visam o consumo, a obsolescência vem cada vez mais crescendo neste nosso mundo Capitalista.Onde gerações e gerações visam cada vez mais o lucro.Sem pensar em uma escassez da nossa natureza. hoje, apenas visamos a tecnologia,onde cada vez mais ficamos alienados nesse mundo de informações tecnologicas.Onde não pensamos na Natureza.Que um dia poderá chegar a um fim.”Alienado” porque temos um pensamento consumista,onde queremos pensar somente em nós mesmo.Sem pensarmos que um dia tudo poderá chegar a um fim.E até a mesmo,a nossa própria existência.

  47. Josué Magalhães da Costa
    junho 10th, 2012 às 16:45

    Nome: Josué Magalhães da Costa.
    Matrícula: 6100073.
    Curso: Engenharia Civil - 1º período - Caxias.

    Atualmente o que se percebe em todas as gerações, principalmente nos jovens, é uma inversão de valores. Infelizmente, devido ao mundo capitalista em que vivemos, o estímulo ao consumo desenfreado e inconsciente é alarmante nos meios de comunicação. Os governos que deveriam desenvolver políticas públicas para reduzir o impacto do marketing nos alimentos não saudáveis não tomam as devidas providências, as famílias estão dando cada vez mais liberdade para as crianças assistirem os mais variados programas de televisão. Enfim, esta geração Coca-cola está caminhando a passos largos para o abismo do consumo alienado e irresponsável, que vem causando sérias conseqüências. Neste sentido, mudanças de atitude são necessárias e devem começar por nós mesmos, para que venhamos a consumir de forma inteligente e sustentável.

  48. Renata
    junho 10th, 2012 às 18:03

    O consumo alienado (irresponsavel) se torna cada vez maior no mundo capitalista com os avanços da tecnologia a sociedade esquece de dar valor ao consumo conciente,parte do que se produz é editorialmente descartavél havendo dificuldades em superar absolencia.
    A sociedade não esta se alentando para o que pode acontecer com o planeta terra estao agindo com idividualismo e esquecendo dos males provocados para futuras gerações.
    Poderia ser criado leis e projetos para incentivar o consumo conciente para que futuras geraçoes não sofram.

  49. Fabiana Peres Cerqueira
    junho 10th, 2012 às 18:34

    Vivemos em uma sociedade na qual se mede o valor da pessoa por aquilo que ela possui. Somos induzidos a acreditar que precisamos de cada vez mais “coisas” para sermos felizes, e assim entramos num círculo vicioso de vivermos para consumir. Para superarmos o princípio da obsolecência, precisamos mudar nossa forma de pensar e nossas atitudes, consumir o necessário e exigir produtos que durem mais, para que não sejam descartados em um curto período de tempo. Precisamos nos concientizar que os recursos de nosso planeta são finitos e que não suportarão nosso atual estilo de vida por muito tempo.

  50. Luana Costa
    junho 10th, 2012 às 19:51

    Superar o princípio da obsolescência no capitalismo é uma tarefa difícil se não impossível, pois o nosso sistema econômico é capitalista e visa justamente o lucro que esse consumo desenfreado traz. Para mudarmos teríamos que conscientizar a população, impedir o ataque constante das mídias que persuadi o indivíduo de que ele só vai ser aceito por determinado grupo se comprar ou usufruir aquele serviço, e obrigar as industrias a fabricarem produtos de qualidade e completos (ex.: notebook que tem entrada para 3G, mas não tem Wireless. Produto incompleto) para que sejam utilizados por muito tempo.

    Outro vídeo muito interessante que aborda esse assunto é o documentário Obsolescência programada (http://www.youtube.com/watch?v=pDPsWANkS-g&feature=player_embedded#!)

  51. Renato C Lameirão
    junho 10th, 2012 às 20:49

    Um grande fato que acaba somando para a obsolescência é o fato da globalização mundial, aonde todo mundo acaba deixando sua cultura, seu gosto, sua personalidade, e acaba sendo obrigada a acompanhar as novas tedencias tecnologicas, um exemplo facil, podemos ver no caso das fitas VHS e Lps que foram substituidos pelos Cds e DVDs, isso a cerca de 20 anos aonde com certeza ja foi criado um grande impacto, levando que em cada casa, no minimo um aparelho desses foi diretamente para o lixo, e não bastando, a era dos CDs e DVDs vem chegando no seu fim e dando espaço para o Blue Ray, e assim vai, é uma questão mundial.
    Renato C Lameirão M 2206527 Direito
    Prof Joaquim

  52. Paulo Júnio Barreto
    junho 10th, 2012 às 20:57

    Nos dias atuais, vivemos em um mundo em que o consumismo vem se tornando algo exagerado , pois não compramos um produto para satisfazer nossa vontade , e sim porque esse mesmo produto é de certa marca , esta sendo anunciado em propagandas , e somos convencidos a comprá-los mesmo sabendo que não seria tão necessária essa compra.Esse consumismo acaba sendo prejudicial a vida da pessoa pois ela acaba dando muito valor as coisas materiais, e se preocupando menos com as coisas que realmente são importantes para a vida humana.

  53. Gabriella Vieira
    junho 10th, 2012 às 21:40

    Esse vídeo mostra uma sociedade extremamente influenciada e que não é capaz de perceber o quão egoísta e consumista é. Há um consumo totalmente desenfreado e que está fazendo mal, não só para as pessoas, como também para o planeta inteiro. Ninguém está interessado no bem estar do meio ambiente e sim em como impressionar a todos os outros com seus bens materiais novos de última geração, o que os obriga a sempre estar comprando. Este pensamento é fundamentado em grande parte pela mídia, que está aí para nos transformarem em consumidores impulsivos. Conscientizar cada indivíduo parece fácil, mas é uma tarefa árdua e que necessita do apoio de todos para que as pessoas mudem e ajudem o planeta e a elas próprias, talvez assim, possamos acabar com o princípio da obsolescência.

  54. Rosana Ribeiro Pontes
    junho 10th, 2012 às 22:52

    Consumir de forma geral deve ser algo consciente. É interessante o julgamento que fazemos do consumo de certos “objetos da modernidade”, como: celulares, computadores, roupas, sapatos, etc. Pessoalmente tento consumir apenas o necessário, mas se a necessidade tem ligação direta com o sentimento de satisfação, haverá sempre uma distorção dos limites da necessidade. Para que eu consiga beber um copo de café pela manhã, por exemplo, será necessário o gasto de 140 litros de água. Estes 140 litros se estendem desde seu cultivo até a fabricação da xícara que usarei para beber. Este dado é real e assustador. Diante de todas as “inutilidades” que consumimos para que possamos afirmar nossa participação “aceitável” em uma sociedade focada no consumo, as duas coisas que mais me assustam são: o fato de nosso consumo estar mais ligado ao quanto temos no bolso do que às nossas necessidades e que muitos usam os dados de consumo do meu cafezinho, por exemplo, para justificar o consumo de uma quantidade absurda de objetos que só tem valor porque nossa sociedade estabeleceu assim. A agricultura consome 69% da água e a indústria 21%. Mas a agricultura produz alimentos e não acessórios. O que consumir? Como consumir? Quando consumir? São questões difíceis se não considerarmos todo o ciclo dos produtos que consumimos. Um exemplo bom gerou muito debate no local onde trabalho. Estávamos analisando o índice de eficiência energética de televisores tipo LCD e o debate inflamou ao pensarmos se o impacto gerado pelo descarte do televisor antigo seria realmente compensado pelo baixo consumo energético do novo televisor. Não temos todas as respostas, mas temos a responsabilidade de buscá-las, entre o desejável e o possível.

  55. Rosana Ribeiro Pontes
    junho 10th, 2012 às 22:53

    Consumir de forma geral deve ser algo consciente. É interessante o julgamento que fazemos do consumo de certos “objetos da modernidade”, como: celulares, computadores, roupas, sapatos, etc. Pessoalmente tento consumir apenas o necessário, mas se a necessidade tem ligação direta com o sentimento de satisfação, haverá sempre uma distorção dos limites da necessidade. Para que eu consiga beber um copo de café pela manhã, por exemplo, será necessário o gasto de 140 litros de água. Estes 140 litros se estendem desde seu cultivo até a fabricação da xícara que usarei para beber. Este dado é real e assustador. Diante de todas as “inutilidades” que consumimos para que possamos afirmar nossa participação “aceitável” em uma sociedade focada no consumo, as duas coisas que mais me assustam são: o fato de nosso consumo estar mais ligado ao quanto temos no bolso do que às nossas necessidades e que muitos usam os dados de consumo do meu cafezinho, por exemplo, para justificar o consumo de uma quantidade absurda de objetos que só tem valor porque nossa sociedade estabeleceu assim. A agricultura consome 69% da água e a indústria 21%. Mas a agricultura produz alimentos e não acessórios. O que consumir? Como consumir? Quando consumir? São questões difíceis se não considerarmos todo o ciclo dos produtos que consumimos. Um exemplo bom gerou muito debate no local onde trabalho. Estávamos analisando o índice de eficiência energética de televisores tipo LCD e o debate inflamou ao pensarmos se o impacto gerado pelo descarte do televisor antigo seria realmente compensado pelo baixo consumo energético do novo televisor. Não temos todas as respostas, mas temos a responsabilidade de buscá-las, entre o desejável e o possível.
    Rosana Ribeiro Pontes
    Matrícula: 6100044
    Engenharia Civil (noite)

  56. GABRIELLE GALENO SOARES
    junho 10th, 2012 às 23:15

    Nos dias de hoje as pessoas consomem sem realmente saber de onde veio e para onde vai quando for descartado o determinado produto, mais como estamos num mundo onde a revolução industrial trouxe um processo de fabricação mais moderno e agilizado o consumo aumentou.A pessoa na maioria das vezes gasta tudo aquilo que tem em produtos supérfluos, que muitas vezes não é o melhor para ela ou não vai ser necessário para ela, porém é o que ela tem curiosidade de experimentar devido às propagandas na TV e ao apelo feito por publicidades dos produtos de marca.Com os Avanços Tecnológicos ocorre a chamada obsolescência,pois o produto mesmo estando em perfeito estado de funcionamento é descartado pelo simples fato de termos outro que tá na moda,ou seja,produto tecnologicamente mais avançado como eletrônicos(computadores,celulares,televisão e etc..).Para Superarmos a obsolescência devemos exigir ao governo para que as pessoas se conscientizem reciclando produtos que possa ser reutilizado depois e a diminuição do consumo.

  57. Nely Pereira de Andrade ( 1º Período do Curso de Direito - Mat.2208769
    junho 10th, 2012 às 23:22

    As pessoas consomem coisas que não precisando, são induzidas a isso por meio de propagandas maçantes, bombardeando o tempo todo lhes dizendo, que devem consumir. A moda é uma ferramenta importante para o incentivo ao consumo, principalmente para as mulher gostam de acompanhar a moda, “obsolescência perceptiva”. Os bens são produzidos com tempo estimados para durarem, logo, consumem se mais também, ”obsolescência planejada”. O ser humano tornou-se vitima do sistema de consumo. O que fazer para diminuir o risco ambiental e aumentar a sustentabilidade do planeta? Podemos dar uma brecada na maquina capitalista de produzir para poder lucrar, diminuindo o consumo de bens supérfluos, comprando produtos mai duráveis. Trazendo para todos nós a responsabilidade, de abrir a mão agora, para aqueles que vierem após nós, possam ter uma vida mais despreocupada.

  58. Jaqueline G. Vasconcelos
    junho 11th, 2012 às 1:31

    Devido ao mundo capitalista em que vivemos, o estímulo ao consumo alienado aumentou, sem medidas e proporções, onde a propaganda nos proporciona “prazeres” instantâneos a cada compra. Um dos princípios para superar a obsolescência é a conscientização do fabricante e do consumidor, em relação ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para não comprometer gerações futuras.

  59. Raul Gaspar dos Santos
    junho 11th, 2012 às 9:27

    Século XXI, é o século em que o “TER” vale mais que o “SER”. O consumismo, vinculado diretamente ao capitalismo, tomou conta do mundo. Não temos para onde correr, se é que me entendem!
    Algumas palavras como: SHOPPING, TECNOLOGIA AVANÇADA, DINHEIRO, PRATICIDADE… tornam-se destaque em nosso meio social. Enquanto isso, cai no esquecimento de muitos, quase todos, as famosas palavrinhas mágicas: AFETO, LEALDADE, CUMPLICIDADE, OBRIGADO E ATÉ MESMO RECILAGEM,afinal, para que reciclar se tudo no mundo hoje é tão descartável, “inclusive o ser humano” .
    Chegamos a seguinte conclusão: está na hora de rever os nossos conceitos enquanto há tempo. O “SER” deve ser o primeiro plano e o “TER” a parte secundária de um todo!!! E para sobrepujar o princípio da obsolecência, precisamos alterar nossa forma de pensamento e nossas atitudes, consumir é necessário, mas não é essencial.

  60. Alana Ranielli Sousa Rodrigues 1° Peridio em Direito Matricula 2208835
    junho 11th, 2012 às 10:06

    A única forma de superar a obsolência, ou seja, um produto deixa de ser útil mesmo que em seu perfeito estado no capitalismo, é aproveitando ao máximo o produto sem deixar que a mídia tome conta de nossas casas, dos nossos filhos, da nossa vida, utilizando de meios sustentáveis para reutilização do produto, ou até mesmo a sua doação a uma outra pessoa que vá reutiliza-lá, aumento assim a vida útil do produto e diminuindo essa demanda demasiada de consumo e produção no comércio do “querer”, seria uma solução para os problemas ambientais que isso causa, o consumo exagerado, a invasão da mídia em nossas casas, pois iria diminuir a produção e consequentemente a obsolência.

  61. Alexander Lycurgo( 1º Período do Curso de Direito - Mat.2208598
    junho 11th, 2012 às 11:04

    Desda decáda de 50 o consumismo virou um modelo de vida nos transformando e consumidores, em que se criou um ciclo vicioso no qual se criava, vendia e destruia. Porém isto não é tão simples quanto parece pois estas etapas possuem um “falso lado negro”, digo isto pois a qualquer um isto é revelado, só que simplesmente os deichamos de lado pois se é intendido que é mais facil deicharmos isto de lado fingindo que não possue nenhum tipo de relação conosco do que tentarmos mudar isto. Este lado infligi altos danos no mundo e nos seres que nele abitam, até mesmo em nó seres que nos auto intitulamos seres pensantes ou inteligentes, isto é nos seres pensantes estamos destruindo a nós mesmos. Isto em favor de quem ou o que, de algo criado por nos mesmos?! Exatamente, e no qual se chama Economia. Pensando nisso a conclusão que tenho é que devemos nã acabar com a Economia e sim controla lá ao invés dela nos controlar, podendo assim mudar o foco do governo ou de nós mesmos em que daremos mais valor as condições de sobrevivência do que o consumismo.

  62. Josimara Pereira (1° Período/Direito-Mat.2208699)
    junho 11th, 2012 às 12:42

    O consumidor tem que ser consciente procurar o equilíbrio entre a sua satisfação pessoal e a sustentabilidade, maximizando as conseqüências positivas deste ato não só para si mesmo, mas também para as relações sociais, a economia e a natureza. O consumidor consciente busca disseminar o conceito e a prática do consumo consciente, fazendo com que pequenos gestos realizados por um número muito grande de pessoas promovam grandes transformações. O consumo consciente pode ser praticado no dia-a-dia, por meio de gestos simples que levem em conta os impactos da compra, uso ou descarte de produtos ou serviços, ou pela escolha das empresas da qual comprar, em função de seu compromisso com o desenvolvimento sócio-ambiental. Assim, o consumo consciente é uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta.

  63. Nely Pereira de Andrade ( 1º Período do Curso de Direito - Mat.2208769
    junho 11th, 2012 às 13:29

    As pessoas consomem coisas que não precisam, são induzidas a isso por meio de propagandas que bombardeiam o tempo todo, induzindo-os a adquirir mais bens. A moda é uma ferramenta importante para o incentivo ao consumo. Os bens são produzidos para durarem pouco tempo, levando as pessoas consumirem mais. O ser humano tornou-se vitima do sistema de consumo. Para diminuir o risco ambiental e aumentar a sustentabilidade do planeta, devemos brecar a maquina capitalista que, produz mais para lucrar mais. Sendo assim, reduzindo o consumo de bens supérfluos, comprando produtos mais duráveis e trazendo para nós a responsabilidade de abrir a mão agora, para aqueles que vierem após nós, possam ter uma vida mais tranqüila.

  64. Allan Lima
    junho 11th, 2012 às 15:36

    A população mundial em sua maioria é provavelmente adepto do consumo alienado, o importante é ter, somos oque temos, se não temos não somos nada, apenas mais um, em qualquer parte do mundo seja um pais desenvolvido ou subdesenvolvido, esse pensamento existe nas pessoas.
    Infelismente o no seculo XXI em que vivemos nos obriga a praticar o consumo alienado. As pessoas abusam do consumismo, em países desenvolvidos as crianças que enjoam de seus video games simplesmente o jogam no lixo e compram outro mais avançado que acabou de serlançado o mesmo para os celulares. E aqueles que “não podem comprar” se sentem na obrigação de se esforçarem para adquirir o produto.
    O conceito da nossa sociedade realmente é esta, alguns conseguem se desligar desse vício de consumo, mais a verdade é que enquanto nenhuma providência for tomada, por parte dos grandes incetivadores do consumo que é a midia ou até mesmo se o governo não intervir, nós continuaremos a seguir por este caminho.

    Allan Fernandes de Lima
    5700059
    IEN003-20/1

  65. Danielle Melo
    junho 11th, 2012 às 15:51

    A sociedade moderna ganhou o hábito de consumir desenfreadamente. A população está cada vez mais disposta a empregar seu dinheiro em tecnologia, e essa, por sua vez, se torna cada vez mais inovadora, criando no consumidor a ilusão de que se é necessário estar sincronizado com as novidades, novidades essas que muitas vezes nem fazem tanta diferença, apenas aplicativos a mais. O resultado disso tudo gera a alienação no consumo e a consequente obsolescência das “coisas”. A solução desse grande problema está na concientização da população a dispeito desse consumo alienado, mostrando a todos o tamanho da consequência de tais atitudes, consequências essas que não se limitam apenas ao cidadão, mas também a natureza, que sofre ao se tornar um depósito do lixo fútil da população, e hoje , sabemos muito bem que o desenvolvimento sustentável deve ser a meta do sistema, para que possamos visionar um futuro é preciso conciliar modernidade e natureza. Educar e concientizar a geração atual e a geração futura a favor de um consumo conciente em prol de um futuro promissor.

  66. Rafael Oliveira
    junho 11th, 2012 às 16:12

    O consumo alienado se tornou algo intrínseco da sociedade moderna. Quanto mais se tem, mais se quer ter. Quem ganha com isso é a espiral capitalista que vê nos consumidoresa força motriz que impulsiona e mantém o sistema vigente. O princípio da obsolescência nada mais é do que o resultado desse consumo exagerado, os eletrônicos ficam cada vez mais modernos e consequentemente ficam obsoletos mais rápido, fazendo com que o cidadão pense que é preciso acompanhar a qualquer custo esse ritmo. Enquanto a população não tiver conciência do que é realmente útil e necessário, o futuro estará ameaçado. É preciso direcionar os cidadões e mostrá-los que perdem duas vezes com esse tipo de atitude, perdem economicamente e perdem ecologicamente. O dinheiro é algo que se repõe, já a natureza é um bem findo e uma vez extinto não se pode voltar atraz. A idéia de desenvolvimento sustentável deve fazer parte do nosso cotidiano, não somente como idéia mas também como prática de todos nós.

  67. PAULO VITOR DA SILVA GERMANO MAT. 5700916 - ENGENHARIA DE PETROLEO
    junho 11th, 2012 às 16:14

    Temos que ter responsabilidade ao consumir qualquer tipo de produto e pensar na destruição que está causando, porque até esse produto vir para nossas mãos já teve muito gasto de obra prima, principalmente muito consumo d’água, temos que consumir com inteligência para que mais tarde não falte para as futuras gerações.

  68. Danielle Melo
    junho 11th, 2012 às 16:16

    A sociedade moderna ganhou o hábito de consumir desenfreadamente. A população está cada vez mais disposta a empregar seu dinheiro em tecnologia, e essa, por sua vez, se torna cada vez mais inovadora, criando no consumidor a ilusão de que se é necessário estar sincronizado com as novidades, novidades essas que muitas vezes nem fazem tanta diferença, apenas aplicativos a mais. O resultado disso tudo gera a alienação no consumo e a consequente obsolescência das “coisas”. A solução para esse grande problema está na concientização da população a dispeito desse consumo alienado, mostrando a todos o tamanho da consequência de tais atitudes, consequências essas que não se limitam apenas ao cidadão, mas também a natureza, que sofre ao se tornar um depósito do lixo fútil da população, e hoje , sabemos muito bem que o desenvolvimento sustentável deve ser a meta do sistema, para que possamos visionar um futuro é preciso conciliar modernidade e natureza. Educar e concientizar a geração atual e a geração futura a favor de um consumo conciente em prol de um futuro promissor.

  69. Carolina Ferreira
    junho 11th, 2012 às 16:52

    No mundo capitalista o consumo irracional se tornou algo normal, a futilidade já é predominante, todos querem consumirsem nem mesmo saber o que. Por sua vez, o mercado está em sua ascendência, sempre possue coisas novas a oferecer. Com toda a facilidade e incentivo ao consumo, superar a obsolescência se torna cada vez mais complicado. É necessário abrir os olhos da populaçãoa respeito da necessidade de se controlar o impulso consumista, uma vez que este se torna prejuducial ao próprio cidadão e a natureza, que está cada vez mais degradada pois se torna o “lixão” de todo esse produto obsoleto. É preciso associar desenvolvimento e preservação da natureza, educar e fazer com que a população se torne conciente das consequências de seus atos e consumos impensados.

  70. Sergio Leandro Souza de Queiroz
    junho 11th, 2012 às 17:05

    No mundo há um consumo muito exagerado por parte de muitos humanos que por sua vez não tem consciência de que um dia pode acabar o planeta pede que usemos os recursos sem exageros e com consciência para que possamos viver com qualidade e tranquilidade, para que possamos ter um planeta, mas seguro.

    SERGIO LEANDRO SOUZA DE QUEIROZ; 5700909; IEN: 003-20; JORGE KENNEDY.

  71. kelly cristina bezerra rabelo
    junho 11th, 2012 às 17:06

    No mundo a muitas pessoas que contribui com um consumo alienado e mal usado, temos muita influencia a consumir cada vez mais e mais, num pais como o Brasil e cada vez mais difícil, conscientiza a consumir o necessário para não agredir o meio ambiente e de forma que possamos conscientizar gerações futuras para um consumo correto.
    Kelly Cristina Bezerra Rabelo; Mat:5700945; IEN:003-20; Prof.:Jorge Kennedy

  72. Victor De Oliveira Peçanha
    junho 11th, 2012 às 18:09

    Pessoas acabam consumindo coisas desnecessárias , na maioria das vezes a propaganda as induz a tal ato , pois propaganda faz com que aquele produto , pareça ser muito importante na vida daquela pessoa , ou apenas para ter aquela necessidade humana consumista de algumas pessoas , saciadas na hora de comprar . Superar o princípio da obsolescência no capitalismo é uma tarefa difícil se não impossível, pois o nosso sistema econômico é capitalista e visa justamente o lucro que esse consumo desenfreado traz. Para cessar a obsolência no capitalismo, é necessário que as pessoas se conscientizem e percebam que podem consumir apenas o necessário, pois os recursos que estão disponíveis são escassos entretanto as pessoas sempre querem mais, querem suprir uma necessidade desnecessária.

  73. Vitor Albuquerque
    junho 11th, 2012 às 18:17

    No mundo em que vivemos a sociedade pouco se importa com a natureza e seus recursos que elas podem oferecer.
    Superar a obsolescência e uma tarefa dificil que talvez não tenha volta se o pensamento não mudar.
    O capitalismo nos faz acreditar que os protudos que ja temos não vale mais, então agente produz mais, gasta mais,maltratamos mais o meio em que vivemos, destruimos familias e ajudamos para aumentar o consumo e a obsolescência.
    Conhecer o problema entender o que estamos destruindo e quem e um bom começo para mudarmos o pensamentos e nossas ações e assim superar a obsolescência.

  74. tatiane capitisqui
    junho 11th, 2012 às 18:38

    Muitas pessoas vem tendo um grande consumo alienado quando elas compram coisas muitas vezes sem necessitar daquilo ou por puro luxo, dessa forma aumentando a quantidade de lixo e prejudicando cada vez mas nosso bem-estar. O consumo tem sido alvo de 80% da nossa população que a cada dia cresce devido as grandes propagandas que nos envolve cada vez mas com os produtos a serem divulgados.

    Tatiane da Silva Capitisqui. Matricula: 5801248 Código da disciplina: IEN: 003-20
    Professor: Jorge Kennedy. Engenharia de Petróleo e gás

  75. joel cruz
    junho 11th, 2012 às 18:55

    Penso a alienação algo ligado ao
    irresponsável para com a vida e com o meio em que
    nós vivemos. Acredito ser a alienação perfeitamente
    aceitável para as pessoas que foram educadas
    ignorando determinados valores ou para aquelas
    que por infelicidade perderam a capacidade de julgar
    a realidade desta patologia. Porém no momento
    crítico que vivemos já passamos da hora de revisitar
    alguns valores e incrementar aqueles tímidos que
    são importantes. O principal é a responsabilidade.

  76. Tataine Pereira
    junho 11th, 2012 às 19:17

    Sem sombra de dúvidas, o consumo excessivo esta cada vez mais alto e forte,
    e contando com a ajuda da mídia e do marketing com propagandas que nos
    influenciam a comprar e a consumir cada vez mais mesmo que
    “involuntariamente”.
    Vivemos neste mundo e muitas vezes pensamos que ele nos pertence e isto não
    é verdade , destruímos o que não é nosso, pessoas o tempo todo consomem e
    trocam de aparelhos eletrônicos porque julgam ultrapassados , pois está nas
    vitrines um aparelho mais novo. Até as relações afetivas como diz no texto
    hoje possuem tempo para a descartabilidade. Sofrem também de obsoletismo
    programado tais como os celulares e outrem. Tem que se ter o cartão de
    crédito , vivemos num mundo capitalista e movido pelo consumo (isso não é
    novidade para ninguém), e o mais triste e estarmos consumindo sem
    precedentes , compramos por comprar .
    Não é preciso que mudemos a ponto de morar no meio do mato ou virar um
    hippie, somos sim capitalistas e essa é a nossa cultura, gostamos de
    conforto e de consumir porém podemos mudar alguns hábitos nocivos , tomar
    pequenas atitudes que se somadas se tornarão grandes em seus efeitos,
    podemos continuar a consumir mais de maneira inteligente,responsável e
    consequentemente sustentável.


    Tatiane Pereira .

  77. Alexander Lycurgo 1° periodo de direito Mat. 2208598
    junho 11th, 2012 às 19:17

    Desda decada de 50 o consumismo se tornou um modelo de vida, tornando o ser humano uma especie de consumidor. Porém isto possue um ciclo vicioso que se dá com três etapas que são criação, venda e destruição. Em que possue um “falso lado negro “, digo isto pois a qualquer um se é demostrado isto, porém não se é importante saber ou pelo menos fingem que não é pois é mais facil fingir esta não existência do que tentar melhora lá com isto acabamos destruindo nos mesmos e o proprio mundo isto sendo que nos auto intitulamos seres pensante. Com isto percebemos que somos seres dominados por nossas proprias cobiças esquecendo de tudo aquilo que são realmente necessario.

  78. mayara melo
    junho 11th, 2012 às 19:20

    Com a obsolência, do uso excessivo estamos cada vez, mas propicio a acabar com o futuro de nosso filho. Se pararmos pra pensa e assim que será, não teremos, mas peixe, água limpa, nem mesmo uma fruta tirado do pé.

    Devemos nos impor limites, não devemos compra algo só porque esta na moda, ou o mercado lançou o mesmo produto, mas com uma pequena diferença, uma peça diferente ou ate mesmo mudou a ano do produto.

    Devemos adotar um sistema de reciclagem inteligente, ajustando aqueles produtos e colocando em escola ou cursos de pouco custo, oferecendo uma melhoria de vida a população de pouca renda.

    Com o mundo de hoje, somos induzidos à compra ou consumir algo que prejudica toda a sociedade (ex. o uso do cigarro), tem que mudar esse quadro, começando a educar nosso filho para que tenha um futuro melhor, com um mundo menos toxico.

  79. ROBERT
    junho 11th, 2012 às 19:30

    O cidadão brasileiro é considerado um dos mais poluentes do mundo, pois consome muitas futilidades que só prejudica o meio ambiente, costume esse que já vem sendo passado por gerações.
    Para conscientizar as pessoas é necessário mostrar que os métodos naturais é a melhor opção e que o Consumo está prejudicando o nosso planeta. E necessário partir de nós mesmos bons hábitos e bons comportamentos para salvar o nosso planeta e o Meio Ambiente, devendo servir como exemplo para as gerações decorrentes.

  80. Tamires Madureira
    junho 11th, 2012 às 19:35

    As pessoas hoje em dia estão sendo mais consumistas do que o necessário, elas estão deixando o desejo tomar conta de si mais do que a sua própria necessidade. Eu penso que isso não é um ato favoravel para a vida pessoa, mas eu como pessoa me torna mais consumista a cada dia que passa, vendo as novidades, vendo as pessoas consumindo mais e mais. Eu me torno assim, uma pessoa alienada.
    Tamires Madureira Ferreira - nº 2508658

  81. rodrigo faria
    junho 11th, 2012 às 19:41

    Consumir de forma geral deve ser algo consciente, para não se tornar um alienadoe entrar em um circulo vicioso, que gere ao caos desenfreado a que a população vem seguindo essa tendência.
    No mundo, há um consumo muito exagerado por parte de muitos humanos que por sua vez não tem consciência, e necessario nossa concientização para auto policiar-mos para nao levarmos auto destruição.

  82. luis joao franco
    junho 11th, 2012 às 20:15

    No padrão de consumo consciente uma pessoa adquire uma coisa tendo em vista suas reais necessidades e pelo prazer de utiliza-las.
    Já no consumo alienado, o prazer do uso é muitas vezes substituido pelo poder da posse. Ou seja, comprando apenas para possuir e não usufruir.

    Aluna: luis joão franco
    matrícula.5801080
    Turma; IEN 003-20
    Proº Jorge Kennedy
    Disciplina: Calculo Diferencial II
    Curso: Eng.de Produção

  83. luis joao franco
    junho 11th, 2012 às 20:17

    Consumo alienado é o feito sem conhecimento de produção e o impacto econômico, ou seja, como são feitas as coisas que se comprar e porque e como o ato de comprar determinada coisa influenciará o mercado, a economia e consequentemente a qualidade de vida no geral.

    Consumo consciente é aquele que é feito com moderação, pois pesa na balança como foi produzido o que está sendo comprado e onde essa ação influi…

    Aluna: luis joão franco
    matrícula.5801080
    Turma; IEN 003-20
    Proº Jorge Kennedy
    Disciplina: Calculo Diferencial II
    Curso: Eng.de Produção

  84. Robert
    junho 11th, 2012 às 22:25

    O cidadão brasileiro é considerado um dos mais poluentes do mundo, pois consome muitas futilidades que só prejudica o meio ambiente, costume esse que já vem sendo passado por gerações, e isso vem ocorrendo não só no Brasil.
    Outro dia, vendo uma matéria na TV, percebi que poderíamos viver sem a tal da globalização. Uma comunidade ribeirinha sobrevivendo apenas com seu plantio, sem agrotóxicos e totalmente desligados do mundo, pois não tinham acesso a televisão, rádio muito menos internet.
    Que um dia poderá chegar a um fim.”Alienado” porque temos um pensamento consumista,onde queremos pensar somente em nós mesmo.Sem pensarmos que um dia tudo poderá chegar a um fim.E até a mesmo,a nossa própria existência.

  85. Marcelo Martins
    junho 12th, 2012 às 12:05

    Algumas maneiras de superar o princípio da obsolescência e atenuar seus efeitos é atentar para o tempo de vida útil de um produto qualquer assim como incluir pesquisas e compras a níveis até globais para minimizar seus efeitos.
    .
    Marcelo Martins
    Direito
    Matrícula 2208479
    Turma IHM157-73

  86. eliane deodato terra da silva
    junho 13th, 2012 às 19:42

    Quando participamos de palestra como foi essa percebemos que, quanto mais se fala de consumismo mais a população compra e desperdisa, observamos que as poessoas as vezes compra por que a mídia lança, ou porque o colega tem e voçê tem que ter para ser igual, com isso compramos o que nãom queremos de fato e aí jogamos fora, isso mesmo fora, que na verdade é dentro, dentro dos rios, nas ruas, em lixeiras não apropriadas e então poluição, será que estamos perto de acabar com ela?

  87. Rodrigo Mello
    junho 14th, 2012 às 23:57

    Atualmente vivemos numa sociedade que nos impõem diversos paradigmas, como nos apresentar, como tomar decisões e entre outras atitudes, atitudes essas que implicam sobre nosso pensamento de consumo, seja ele de baixo recurso ou não. O ser humano pode ser comparado aos macacos, pois nós imitamos tudo o que vemos, assim passando hábitos ruins de geração em geração, mesmo sabendo que tais mudanças de hábito poderiam contribuir muito para nosso planeta positivamente, existem pessoas que não querem sair da sua zona de conforto, pessoas essas que infelizmente tornam-se alienadas pela mídia e pela sociedade e entram num ciclo vicioso em querer consumir e gerar resíduos, prejudiciais á nossa sobrevivência.
    Precisamos mudar! O primeiro passo é reconhecer nossos erros, caso contrário não restará muitos anos para tal atitude. O consumo consciente é uma forma de demonstração de gratidão a tudo que a natureza nos oferece, não precisamos de tantos aparatos tecnológicos ao nosso redor, precisamos mais é de consciência em nossos atos.

  88. Felipe Cesário
    junho 16th, 2012 às 18:39

    As pessoas atualmente estão muito consumistas, só pensam em si mesmas e não pensa o quanto o meio ambiente foi degradado para a produção de certos produtos para satisfazer uma vontade que muitas vezes são fúteis. Um consumidor consciente ele consome com moderação, só consome se realmente precisar. Ele pensa que se o uso for exagerado os recursos naturais poderá ser esgotar.

    Felipe Cesário
    Matrícula: 6100022
    Engenharia Civil (Noite).

  89. gelso
    junho 17th, 2012 às 11:49

    A populaçao esta cada vez mais,praticando o consumo alienado o importante e ter e nao ser.Desenvolvimento sustentavel e uma questao que envolve fatores e uma questao que envolve fatores ambiental,social e economico .E assim associando retorno financeiro com qualidade de vida .Para esta e para as proximas geraçoes.

  90. Augusto Motta
    junho 17th, 2012 às 13:01

    No mundo capitalista em que vivemos ,somos influenciados a consumir sem priorizar o que realmente é importante e necessário para vivermos o que realmente importa é consumir, nos tornamos escravos da tecnologia e do consumo desenfreado,descartamos de modo incorreto os produtos quando eles não nos servem mais, neste contexto, passamos a poluir o mundo, nos tornando consumidores alienados.Precisamos mudar! O primeiro passo é reconhecer nossos erros, caso contrário não restará muitos anos para tal atitude. O consumo consciente é uma forma de demonstração de gratidão a tudo que a natureza nos oferece, não precisamos de tantos aparatos tecnológicos ao nosso redor, precisamos mais é de consciência em nossos atos.

  91. Rafael Alves
    junho 17th, 2012 às 17:12

    Vivemos em uma geração cada vez mais consumista, consumir sem necessariamente precisar, é algo que fazemos com mais frequência a cada dia que passa, e com isso não nos damos conta de que com isso estamos fazendo mal ao nosso planeta. Deveriarmos consumir com mais consciência e responsabilidade, pensando nas consequências de nossos atos de consumo sobre a qualidade da vida no planeta e na vida das gerações futuras.
    Rafael Alves
    Matrícula:6100025
    Engenharia Civil (noite).

  92. HELLON MOURA DE MELLO MATRICULA 6100026 ENGENHARIA CIVIL NOITE
    junho 18th, 2012 às 2:43

    O consumo alienado é infeslimente justificado em função do avanço tecnologico nos dias de hoje, oferecendo confortos e facilidades para desempenhar nossas funções diarias. Vem assim trazendo danos gigantescos ao meio ambiente, que não tem suporte pelo poder politico para desenvolver projetos sustentaveis, este tipos de prejeto não recebem incetivo necessarios para sair do papel e ser tornar realidade, para não sobrecarrega-lo como vem ocorrendo nos dias de hoje, devidos as realizações de sonhos de consumo,estimulado pelo governo financiado por economia aparentemente estabilizada oferencedo tantas facilidades.
    HELLON MOURA DE MELLO
    MATRICULA 6100026
    ENGENHARIA CIVIL NOITE

  93. Juliane Lima da Silva - 5700245
    junho 18th, 2012 às 9:18

    A palestra nos relata, fatores muito importantes, tais como a inconsciência de nos seres humanos pelo consumismo alienado, sem saber seus resultados, o lixo no decorrer do anos aumentaram mais e mais, assim como a tecnologia, as modernidades foram de desenvolvendo e nos traz aspectos bons e ruins. As pessoas não estão preocupadas com o meio ambiente, não valorizamos o patrimônio que é de todos nós.
    Devemos viver de forma consciente.

  94. Juliane Lima
    junho 18th, 2012 às 10:53

    A palestra nos relata, fatores muito importantes, tais como a inconsciência de nos seres humanos pelo consumismo alienado, sem saber seus resultados, o lixo no decorrer do anos aumentaram mais e mais, assim como a tecnologia, as modernidades foram de desenvolvendo e nos traz aspectos bons e ruins. As pessoas não estão preocupadas com o meio ambiente, não valorizamos o patrimônio que é de todos nós.

    Devemos viver de forma consciente.
    Professor: Jorge Kenedy
    IEN:003-20
    Eng. DE Petróleo e gás

  95. Liliane Teixeira Santos
    junho 18th, 2012 às 11:55

    A palestra sobre consumo alienado x consumo consciente foi de grande importância, pois nos faz pensar e refletir sobre as nossas atitudes e o que desejamos deixar de Herança para a humanidade. A todo o momento o sistema econômici capitalista nos influencia que comprar é necessário para que sejamos felizes e realizados, retirando o verdadeiro valor da vida que são as relações familiares e interpes-
    soais. De fato consumir com consciência é nadar contra a corrente ou melhor contra o sistema.
    A sociedade precisa refletir sobre as consequências que o consumo alienado traz para a vida das pessoas e do planeta e só será possível isso acontecer se cada um de nós fizermos a nossa parte em propagar as informações e gerar opiniões.
    7º período Enfermagem- 4107292
    Profº. Edeusa

  96. Bruno Alessandro
    junho 18th, 2012 às 16:31

    Consumo irracional no mundo capitalista se tornou algo normal, a futilidade já é predominante, todos querem consumir sem nem mesmo saber o que. Por sua vez, o mercado está em sua ascendência, sempre possue coisas novas a oferecer. Com toda a facilidade e incentivo ao consumo, superar a obsolescência se torna cada vez mais complicado. É necessário abrir os olhos da populaçãoa respeito da necessidade de se controlar o impulso consumista, uma vez que este se torna prejuducial ao próprio cidadão e a natureza, que está cada vez mais degradada pois se torna o “lixão” de todo esse produto obsoleto. É preciso associar desenvolvimento e preservação da natureza, educar e fazer com que a população se torne conciente das suas atitudes.

    IEN003-20 / 5700076 / Bruno Alessandro / Jorge Kenedy / Eng. de Gás e Petroleo

  97. Mariana da S. Andrade
    junho 18th, 2012 às 17:24

    A resposta para a absolência é simplesmente por vivermos em um mundo capitalista , onde somos atiçados por todos os lados, seja em nossas residências, no nosso trabalho, e até em nossa vida intima.
    Com o avanço da tecnologia, as propagandas, as mídias e marketing, nos incentiva a consumir desnecessariamente a todo o tempo, nos levando acreditar que consumir iremos alcançar nosso bem estar.
    Nos dias atuais, consumir passou a ser uma espécie de modernidade, deixando então de ser uma necessidade.
    Por fim podemos continuar a consumir com responsabilidade e consciência, atendendo nossas necessidades, mas principalmente não esquecendo de respeitar as necessidades do meio ambiente.

  98. Paulo César Bonisolo Jr.
    junho 18th, 2012 às 18:00

    O consumo alienado cresceu muito rápido em pouco tempo, de tal modo que chega ser difícil converte lo. A Palestra Consumo alienado X Consumo consciente nos da uma parcela da noção de como os problemas interagem entre si e como impulsionamos esses problemas, em especial a obsolescência nos ilude para o consumo alienado sem precedentes que mesmo se, agora, tomássemos amplo conhecimento agora(pessoas dos grandes polos de consumo), o processo seria demorado e não seria totalmente sanado em resposta do que já foi consumido.
    A obsolescência cresce cada vez mais e mesmo assim grande parte das pessoas não notam como as coisas estão perdendo valor cada vez que compram algo novo e que mesmo vendo que estão sendo incentivadas ao consumo compulsivo não notam o quanto vai pro lixo.
    Não é necessário abdicar da vida moderna e suas vantagens, apenas ter consciência de seu consumo.

  99. Rebeca Martins
    junho 18th, 2012 às 22:50

    Conscientização, é isso que falta para o consumo consciente, falta que todos nós percebamos a importância de consumirmos menos e conscientemente, falta nós criarmos o hábito do reaproveitamente e não nos deixarmos sermos induzidos pela mídia capitalista.

    Aluna: Rebeca Martins
    Turma: IEN003-20
    Disciplina: Calculo II - Professor Jorge Kenedy

  100. Amanda Zanuti
    junho 19th, 2012 às 11:06

    O que percebemos na palestra é que a população é muito consumista, e então desperdiça muito também, tendo a visão de comprar o que está na mídia, não porque queremos de verdade e sim porque esta na moda sendo as vezes jogado fora, aumentando a poluição dentro dos rios e ruas, dificultando o ambiente.
    Nós temos que controlar nosso impulso consumista, e comprar o que realmente precisamos e nos fazem bem.

  101. Andreia R.Almeida
    junho 20th, 2012 às 21:22

    Vivemos numa época em que ter vale mais do que ser. Você hoje é medido por aquilo que tens, não pelo que és. E não importa o que isso custe: endividar-se a perder de vista, comprometer o orçamento até mesmo no que diz respeito ao seu sustento, deixar de honrar compromissos afim de sobrar um trocado para satisfazer o desejo do consumo. Pior, estamos consumindo muito de tudo, enchendo os aterros de lixo dos mais variados dejetos. Celulares são quase como descartáveis: a cada mês tem algum modelo novo, e não dá pra ficar com aparelho obsoleto, não é mesmo? Jogue-o fora. E computador então… Ficou lento, descarte-o já! Tudo sem o maior cuidado, sem pensar no amanhã.
    Mais triste ainda é pensar na comida que vai ser jogada fora todos os dias, frutas, legumes e até mesmo alimentos prontos, que são consumidos com os olhos, e o corpo não dá conta de tudo. Deveríamos levar a vida com um pouco menos vontade de ter, e tentar ser alguém melhor.

    Andreia R.Almeida - mat 5700919 / IEN 003-20
    Eng Petróleo e Gás - Profº Jorge Kenedy

  102. Stefano Eduardo Aguiar Silva
    junho 20th, 2012 às 23:08

    A Palestra Consumo alienado X Consumo consciente nos da uma parcela da noção de como os problemas interagem entre si e como impulsionamos esses problemas, e em especial a obsolescência nos ilude para o consumo alienado sem precedentes que mesmo se, agora, tomássemos amplo conhecimento (pessoas dos grandes polos de consumo), o processo seria demorado e não seria totalmente sanado em resposta do que já foi consumido.

  103. wallace
    junho 20th, 2012 às 23:11

    No mundo em que vivemos a população cresceu com a idéia de consumo exagerado, sem consciência do impacto que causa todo esse resíduo que é gerado no meio ambiente. O correto seria fazer um trabalho de conscientização por parte da impressa.

  104. Carmelita A. Quintão
    junho 21st, 2012 às 16:12

    O mundo atualmente vive em torno de uma solução para o impacto ambiental,já foram elaborados diversos recursos para tentar acabar com essa “agressão” ao meio ambiente, só que vivemos em mundo capitalista,com seus produtos que enchem os nossos olhos,que nos fazem estar sempre consumindo produtos só por causa de uma pequena mudança , produtos que não precisamos,produtos que podem durar anos ,mas por terem tecnologia avançada nos faz querer sempre ter o mais novo sem necessidade alguma,tornado-se um consumo alienado ,assim fazendo com que a obsolencência seja difícil de ser controlada ou até mesmo acabada.Nós não temos noção das consequências que a fabricação desses produtos trazem para o meio ambiente,não nos importando com os danos que podem causas,sempre querendo ter o melhor quando se trata de produtos novos com altas tecnologias,sendo que o que temos de melhor estamos destruindo aos poucos, que é o nosso planeta.A mudança desse nosso comportamento só virá a partir de nos mesmo , conscientizando as pessoas,nossos próprios filhos, pra que no futuro eles possavam viver em um planeta em que a sustentabilidade realmente funcione e faça diferença .

  105. Selemias Pessoa
    junho 21st, 2012 às 16:19

    Consumir com consciência é consumir diferente, tendo no consumo um instrumento de bem estar e não um fim em si mesmo e é necessário evitar os impactos negativos para a sociedade e meio ambiente, as pessoas precisam se conscientizar. Consumo consciente é tentar aumentar os impactos positivos e minimizar os negativos. É uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária de quem quer garantir a sustentabilidade do planeta, ou seja, o equilíbrio entre a natureza e nossas ações.

  106. Quézia Knup
    junho 21st, 2012 às 19:06

    Primeiramente gostaria de parabenizar a todos os palestrantes, professores e alunos que comentam nesse blog. Realmente é preciso prestar bastante atenção quando se fala em Consumo alienado x consumo consciente. A cada dia mais nós nos preocupamos com o que temos ou queremos ter e acabamos esquecendo de pensar nas consequências que nossas atitudes, muitas vezes fúteis, está ocasionando ao meio ambiente. Atualmente existe uma pressão da própria mídia em relação ao consumo exagerado e inconsequente. Qualquer objeto é lançado fora simplismente pelo fato de haver outro mais novo. Nos dias de hoje somos julgados e muitas vezes nos julgamos pelo que temos e não pelo que somos, com isso nos tornamos cada vez mais consumistas. E o mais triste é que esse gasto exagerado não ocorre apenas com objetos ou outros materiais, isso ocorre também com alimentos, sendo jogados fora, desperdícios de águas e energia. O meio ambiente grita por socorro, e cabe a nós decidirmos, se continuaremos assistindo a degradação e contribuindo para que ela ocorra, ou se vamos tomar consciência e lutarmos para um mundo mais sustentável! Ter um mundo mais sustentável, não significa abdicar de tudo, mas apenas usufruir com consciência respeitando o meio ambiente! E tendo a certeza, que cada um fazendo a sua parte, até mesmo formando opiniões, conseguiremos conquistar o tão sonhado Mundo Sustentável!!!
    Quézia Knup - mat. 6100053 engenharia civil

  107. Silvia Leticia
    junho 21st, 2012 às 21:29

    “Estamos vivendo em um mundo completamente capitalista, influenciando a sociedade para o consumo excessivo, onde as pessoas compram por comprar e inconscientemente. Os maiores vilãos dessa época têm sido a publicidade e o marketing que dita às regras de consumo e estimulam as pessoas ao consumo desnecessário.

    Acho que a única alternativa para esse momento capitalista ainda é a educação e a informação sobre o consumo consciente, pois só assim chegaremos a uma nova sociedade com cidadãos capazes de ter total liberdade para decidir se irá consumir por uma atitude pessoal e certa ou se irá consumir para obter alguma vantagem ao adquirir tal produto e ter consciência se realmente necessita de um consumo excessivo para se sentir realizado e feliz!”

  108. Silvia Leticia
    junho 21st, 2012 às 21:57

    Estamos vivendo em um mundo completamente capitalista, influenciando a sociedade para o consumo excessivo, onde as pessoas compram por comprar e inconscientemente. Os maiores vilãos dessa época têm sido a publicidade e o marketing que dita às regras de consumo e estimulam as pessoas ao consumo desnecessário.

    Acho que a única alternativa para esse momento capitalista ainda é a educação e a informação sobre o consumo consciente, pois só assim chegaremos a uma nova sociedade com cidadãos capazes de ter total liberdade para decidir se irá consumir por uma atitude pessoal e certa ou se irá consumir para obter alguma vantagem ao adquirir tal produto e ter consciência se realmente necessita de um consumo excessivo para se sentir realizado e feliz

  109. Carmelita A. Quintão
    junho 21st, 2012 às 22:08

    As pessoas só pensam em desmatar as nossas florestas visando lucros futuros, mas nunca olham também as consequências que o tal poderá acarretar ao nosso ecossistema. Não prestamos atenção que nós mesmos (seres humanos)que destruimos o nosso próprio planeta, só pensamos nos prós e nunca nos contras de nossas ações. Por essa e outras atitudes que tomamos é que o nosso Brasil não vai para frente, tem que pensar mais em que cada passo que será dado, ainda mais quando o assunto é em relação ao meio ambiente.

  110. Carmelita A. Quintão
    junho 21st, 2012 às 22:13

    Enquanto não tivermos ideia da noção do que é útil, funcional, ecológico, adequado, ou que colabora com a sustentabilidade, preservação e manutenção do meio ambiente, será difícil controlar a obsolescência. A obsolescência está, antes de tudo, em nossas mentes. O consumidor quer trocar, mesmo sem precisar, um produto. Acredito que para superar essa obsolescência as propagandas não deveriam fazer apelos para um consumo inconsciente e produtos sustentáveis deveriam ser mais baratos. Ao invés de comprarmos um produto, poderíamos alugar. A partir dessa iniciativa, se o consumidor aderir em diversos segmentos, as empresas começariam a ser obrigadas a produzir produtos com mais durabilidade e qualidade, pois a manutenção passaria ser de responsabilidade delas.Resumidamente, a obsolescência poderia ser superada a partir de um consumo colaborativo.

  111. Quézia Knup
    junho 22nd, 2012 às 8:48

    Primeiramente gostaria de parabenizar a todos os palestrantes, professores e alunos que comentam neste blog. Rralmente é preciso que haja uma conscientização em relação ao consumo alienado x consumo consciente. Atualmente somos julgado e muitas vezes nos julgamos pelo que temos e não pelo que somos, e com isso nos tornamos cada vez mais consumistas e egosistas, pois só queremos ter e nos esquecemos de parar para pensar nas consequências de nossas atitudes para o meio ambiente.O meio ambiente grita por socorro e cabe a nós decidirmnos se continuaremos contribuindo para a degradação do mesmo ou se tomaremos uma atitude para a melhoria dele. Se todos nós pensarmos melhor antes de qualquer atitude inconsequente, poderemos sim ter um mundo mais sustentável!!!!
    Quézia Knup - engenharia civil

  112. Nicólas Martins
    junho 22nd, 2012 às 15:38

    O consumismo consciente é aquele que nós seres humanos necessitamos para conseguirmos suprir nossa necessidade de se vestir, se alimentar, entre outras coisas.
    Já o consumismo alienado consumo alienado é quando a pessoa passa a comprar excessivamente coisas de que realmente não precisa. É dessa maneira que a mídia nos influencia, praticamente nos obriga a adquirir produtos que são tão ‘úteis’ pra nós quanto uma bela xícara de café no deserto.
    Com nosso psicológico estimulado por uma bela propaganda começam-se a serem adquiridos produtos irrelevantes, mas só porque estão na moda, o pessoal acha que precisa realmente comprar este produto. Todos nós compramos as vezes por alienação,pelo menos uma vez na vida,todo mundo já comprou algo de que não precisava não é mesmo?! Primeiramente precisamos nos conscientizar de nossos atos para depois sim, começar a agirmos em relação a isso e a muitas outras coisas existentes em nosso dia-a-dia.

    Matrícula: 6100186 / Engenharia Civil/Noite.

  113. Valquiria Alessandra
    junho 23rd, 2012 às 1:14

    O consumismo desenfreado está se alastrando pelo mundo e degradando o meio ambiente. Muitas pessoas buscam sua satisfação comprando roupas novas, computadores, telefones celulares, etc, sem se preocupar com os impactos sociais e ambientais. Nós ja percebemos que este comportamento é insustentável. Significa também mudança dos padrões de consumo, sem perder qualidade de vida. O consumo - quer de produtos, serviços ou recursos naturais - tem impactos ambientais e sociais. Nós consumidores temos um extraordinário poder em nossas mãos se considerar esses impactos no ato de compra, uso ou descarte de tais produtos ou serviços. Atualmente, o ser humano foi relegado ao papel de consumidor. O consumo consciente, neste contexto, é a maior arma que o cidadão comum possui para ajudar na cura do planeta sem se sacrificar ou mudar de vida radicalmente. É o primeiro passo na direção de uma vida sustentável.

  114. Aline Silveira
    junho 23rd, 2012 às 20:13

    Nós que vivemos nesse mundo consumista deveriamos, pensar se tudo que compramos supre nossa necessidade.

  115. Cynthia Coelho de Lima - 4106515
    junho 29th, 2012 às 11:36

    Infelizmente, é muito difícil nos dias de hoje um cidadão que vive em um país capitalista como o nosso não ser consumista. Porque consumir é muito bom e é um hábito natural da sociedade. Porém, quando isso é feito de forma excessiva e descontrolada torna-se um consumo alienado, que é muito preocupante hoje em dia, pois vivemos um momento em que se fala muito em desenvolvimento sustentável. Acredito que todos os cidadãos deveriam rever seus conceitos e analisar se tudo que compramos é o que realmente precisamos, pensando no meio ambiente e nos impactos causados a ele, proveniente do consumo desnecessário de uma sociedade extremamente consumista.

  116. elizangela dos santos amaral
    julho 1st, 2012 às 17:56

    A população é consumista e sente necessidade para comprar devido o sistema capitalista, que cria necessidade que não são prioridades. Criar necessidade para consumo foi uma estratégia que vez crescer a classe C, aumentou o consumo de produtos que em outro tempo não era tão prioridade como celular que hoje não podemos esquece-ló, pois parece que falta um pedaço do nosso corpo, sem tirar as promoções que nos dá a sensação que estamos fazendo um bom negócio. Precisamos ter controle quando ao consumo, analisar se realmente é prioridade ou futilidade. Claro que é bom comprar mas precisamos ser consumidores mas também questionadores.

  117. Débora Tânia Rezende Saceloti
    agosto 16th, 2012 às 19:59

    Nesse mundo capitalista,tudo que é pratico se tornou fácil,é muito mais simples comprar do que plantar. As crianças já crescem escolhendo o que quer comer,na maioria embalados e com prazo de validade. A conscientização ambiental deve começar em casa,mas na maioria das vezes começa só na escola e quase sempre fica por lá mesmo. É preciso tomar mais atitude!

  118. ROSANA ROCHA
    agosto 25th, 2012 às 20:38

    em minha opiniao falta consciencia em relacao sera que o que compramos e necessarionos deixamos envolver pelomundo capitalista perdemos nossa identidade isto e alienacao. e necessario ter uma personalidade forte para eleger de fato o que e necessario para nossas vidas

  119. Priscila Machado Souza
    agosto 27th, 2012 às 12:42

    Antigamente o certo era toda a obediencia as regras, modo de se alimentar adequado, reciclagem, cuidados com o proximo e com meio ambiente. Hoje em dia, não há mais limites para a tecnologia, tudo passou a ser mais prático e fácil, deste modo o homem passou a “desobedecer as regras”, abrindo mão dos bens duráveis e primitivos por produtos descartáveis e altamentes nocivos ao planeta. O meio ambiente está se degradando aos poucos, o brilho do capitalismo está ultrapassando a beleza das paisagens naturais, o problema não está em consumir e sim no consumo inconsciente e não sustentável. Os nossos filhos precisam conhecer a beleza de nossa terra, precisamos cultivar o que temos hoje, para dar essa oportunidade a eles!

    Graduação Tecnologica em Estética e Cosmetologia. Turma: 1° período/ manhã
    Matricula: 0101289

  120. Rejane
    setembro 4th, 2012 às 13:37

    Estamos inseridos em um contexto onde nunca o acesso as informações foram tão fáceis. Mundo moderno, mundo globalizado, mundo das informações, da era digital, da cibernética.
    Então isso nos faz consumir mas e mas e o descarte como será? o planeta não suporta mas, então a poluição vai só aumentando e ficando cada vez pior.

    Aluna: Rejane Alves Pereira
    Turma: IEN012-42/1
    Prof°: Jorge kenedy

  121. Alyson Malta do Nascimento Rodrigues
    setembro 5th, 2012 às 12:11

    O Consumismo alienado, deixa o planeta cada vez mais distante da sustentabilidade, acaba degradando cada vez mais o meio ambiente e tornando nossa casa “O planeta Terra” em um local mais difícil de se viver e de se ter o bem-estar. As pessoas deveriam consumir apenas o necessário, para que essa catástrofe da poluição, efeito estufa, comecem a ser reduzidas, porque se hoje está assim, imagine com a nossa geração no futuro.

  122. manoel santos de oliveira
    setembro 5th, 2012 às 21:59

    as letras das musicas de Chico Buarque, Zé Ramalho e o conto de Allan Poe , demonstram que mesmo o homem vivendo em grandes centros no meio de multidões em um mundo globalizado,eles se sentem sozinho, tendo necessidade de ficar andando de um lado para o outro a aprocura de aglomerado de gente, e se vestindo e consumido os mesmo produtos para ficar parecido com os outros,assim amenizando a dor de uma xistência solitária, como o gado fica andando de um lado para sem rumo ou a roda viva que subindo e descendo sem parar assim é a vida.
    MANOEL SANTOS DE OLIVEIRA
    MATRICULA- 2208337
    PROF: JOAQUIM HUMBERTO
    EDI 220-60/1

  123. Tássia Salgado
    setembro 10th, 2012 às 16:50

    Infelizmente, creio que a nossa situação atual está de mal a pior. Não adianta de muita coisa se apenas uma pequena parte fizer por onde um mundo consciente, enquanto a maior parte está a gastar, esbanjar e poluir descontroladamente.

  124. Camila Agapito
    setembro 18th, 2012 às 13:18

    Com o fim da Guerra fria sagrou-se vencedor o modelo capitalista, baseado no lucro e nos bens de consumo.
    Vivemos em um mundo globalizado e capitalista, aonde somos diariamente bombardeados, pelo governo, empresas e mídia, com mensagens de consumo. Nossa presidente diz: comprem, gastem, consumam, mesmo que não precisem, a economia precisa girar! O que não nos dizem é que se continuarmos neste ritmo acelerado em breve teremos um COLAPSO, a destruição do planeta caminha a passos largos. Quebrar essa engrenagem é difícil, pois já nascemos dentro de uma sociedade em que se você não tiver o celular x ou a roupa da marca tal, você não é ninguém!
    Cabe a nós termos a consciência de educarmos nossos filhos com novos valores, respeitando a natureza, o nosso planeta, ensinando simples ações, como o uso da água corretamente, separar o lixo para reciclagem, respeitar as leis e principalmente respeitar o próximo.

    Camila Agapito Passos
    Matrícula: 4107715/enfermagem/manhã
    Professora: Jacira dos Santos

  125. Ellen Mayara Lima de Souza
    setembro 18th, 2012 às 19:34

    São poucas as pessoas que consomem de forma consciente. Devido ao mundo capitalista em que vivemos, as pessoas estão sendo levadas cada vez mais pelo consumismo, uma compulsão que leva o indivíduo a comprar, comprar e comprar de forma ilimitada, muitas vezes sem a necessidade real de consumir, mas sim apenas para saciar seus desejos, ansiedades, para se sentirem bem e também pela ampla facilidade e incentivo de consumo.
    Muitas dessas pessoas desconhecem que essa compulsão pode trazer malefícios tanto para ele próprio como para o meio ambiente. Elas estão muito mais interessadas nas coisas materiais, do que no mal que isso pode gerar.
    As pessoas devem se conscientizar mais, em prol de um futuro melhor!

    Aluna: Ellen
    matrícula:4604207/ Fisioterapia

  126. Mário Domicio Maia Santos
    setembro 18th, 2012 às 23:30

    Na sociedade bombardeada com informações em que vivemos não é difícil entender que muitos buscam em coisas banais suas satisfações pessoais. A compra de objetos hoje está mais ligada à aceitação social que à necessidade em si. Todos fazemos parte de uma massa de alienados por termos muitas ofertas e possibilidades. É difícil classificar uma vontade de aquisição de um serviço ou objeto como inútil, pois a satisfação nos tempos atuais está muito ligada a ser aceito e infelizmente isto está mais ligado ao que possuímos do que quem realmente precisamos. Não é difícil que alguém deixe de adquirir algo que necessita realmente para comprar algo que lhes faça parecer socialmente aceito/igual. Todos nós nos acostumamos a espelhar.
    Mário Domicio Maia Santos
    Matrícula: 6100063 – Eng. Civil
    Turma: IEN 012-42
    Prof.: Jorge Kenedy

  127. Raphaela Rodrigues Lira
    setembro 18th, 2012 às 23:32

    O consumo desenfreado de objetos desnecessários é sempre tema de debates quando estamos tentando rotular grupos sociais ou quando falamos de sustentabilidade. O problema do consumo não é classificar como necessário ou desnecessário e sim entender o que fazemos com o que foi adquirido. Se algo que compramos perde logo sua utilidade ou até mesmo nunca nos utilizamos do objeto, é provável que este seja fruto de uma falsa necessidade. Contudo, muitas das vezes a necessidade está no poder de compra e não no objeto comprado. Esta questão é reflexo de uma sociedade que, como todas as outras, busca reproduzir o que os outros indivíduos querem.
    Raphaela Rodrigues Lira
    Matrícula: 6100032 - Engenharia Civil(noite)
    Turma: IEN 012-42
    Prof.: Jorge Kenedy

  128. Rosana Ribeiro Pontes
    setembro 18th, 2012 às 23:33

    Com tantas informações, opções e, principalmente, diferenças sociais no mundo que nos rodeia não fica difícil compreender porque não há distinção fácil entre necessidade e vontade. A necessidade se torna cada vez mais impossível de se determinar. A mídia ajuda a piorar toda a confusão causada na definição de necessidades. Os seres humanos tem a necessidade de sobreviver e isso mudou e muda a cada dia. Precisávamos caçar para comer. Agora precisamos de dinheiro para comprar a comida. A sociedade adapta muito os seus costumes e seria inútil classificar necessidades reais e futilidades consumistas se considerarmos que tal questão se tornou algo mais relacionado aos anseios do que a sobrevivência por si só.
    Rosana Ribeiro Pontes
    Engenharia Civil (noite)
    Turma: IEN 012-42
    Prof.: Jorge Kenedy

  129. Rafael da Silva Alves
    setembro 18th, 2012 às 23:34

    Em uma sociedade em que surgem diariamente novos objetos e tecnologias fica difícil diferenciar o consumo alienado do consumo não alienado. O Brasil não tem a sociedade mais consumista do mundo e nem passa perto de ter, mas é necessário entender que os recursos disponíveis e o destino do que consumimos tem mais importância na classificação do consumo do que o poder de compra que temos. Hoje não se fala em julgamento de necessidade se não há escassez de recurso financeiro. A maior parte da sociedade só não compra mais porque não tem com o que comprar e não porque julga adequadamente necessidades e futilidades. Cada grupo social tem sua definição de necessidade de consumo. Julgar o que nos é necessário é importantíssimo para o nosso equilíbrio social, mas não é tão simples assim.
    Rafael da Silva Alves
    Matrícula: 6100025 – Eng. Civil
    Turma: IEN 012-42
    Prof.: Jorge Kenedy

  130. Vivian Ferraz
    setembro 20th, 2012 às 11:17

    Tema: Consumo Alienado x Consumo Consciente

    Em um mundo extremamente Capitalista,que visa o lucro acima de tudo, precisa haver conscientização que o consumo desenfreado de materiais sem pensar nas suas consequencia, como por exemplo, no processo de sua extração, consumo e descarte,são fatos alarmantes em todo o mundo, o homem precisa ter consciencia que tudo na natureza pode ter um fim e se não tem fim, demora milhares de anos para se renovar, o caso de combustíveis fósseis,estamos tão capitalista que não estamos nos preocupando com as gerações futuras,o descartes de materiais sem controle, a escassez,poluição,emissões de gazes poluentes,mudanças climáticas,tudo isso é um reflexo do consumo e compra de produtos em demasia pelo homem capitalista alienado.
    Vivian Ferraz
    Mat. 6100047- Eng Civil
    Turma: IEN 012-42
    Prof.: Jorge Kenedy

  131. weslley
    setembro 24th, 2012 às 18:30

    consumo alienado x consumo consciente
    Consumo alienado,essa é a característica do nosso momento atual ,estamos sempre precisando de tudo,não se consegue viver mais sem internet,celular,mas se olharmos para trás vamos perceber como éramos mais simples e felizes. Hoje em dia uma criança não gosta de brincar na rua,pique ,jogar bola,enfim ,já cresce só querendo estar atrás do computador,não tem mais infância,o que sempre foi saudável agora é ultrapassado ,lembranças boas que nossos filhos não terão,a mídia também tem uma conotação sexual apelativa que não tem mais horário,estamos ficando sem regras e vivendo a vida sem pensar no amanhã ,sem pensar em jogar o lixo no lixo , ingerir comidas saudáveis.Isso me lembra um fato que me deixou muito chateado,no outro dia andando de trem uma senhora estava com uma criança bebendo um refrigerante e quando acabou ela jogou no chão,só que a lixeira estava ao lado dela, nem precisava ela levantar para jogar no lixo ,mas ela preferiu jogar no chão e o pior na frente da criança!!!Qual a educação essa criança vai ter?Temos que nos conscientizar que o planeta é nosso e assim passar a respeitá-lo mais ou pelo menos fazendo as nossa parte.
    Weslley Batista Barbosa
    Mat. 6100525

  132. ROSANA ROCHA
    setembro 24th, 2012 às 22:32

    consumismo é o nome de um comportamento totalmente incorporado e praticado em nossa sociedade contemporânea. Diz respeito ao consumo excessivo, ao comprar por comprar, como o exercido por pessoas que vão “fazer compras” como uma forma de prazer, relaxamento, escape. O contra-ponto a esta idéia seria o “consumo consciente” que prega que consumamos APENAS o que viermos a utilizar de fato e que prestemos atenção à procedência daquele produto, para que ao comprar, não estejamos financiando trabalho infantil, trabalho semi-escravo (ou escravo), prejuízos ao meio ambiente, etc.

    Abundância gera descaso. Somos apegados ao que é escasso. Tudo que é raro, é caro. Em meio à escassez damos mais valor às coisas e vivemos com mais consciência. Por isso muitas vezes concluo que a pior coisa que pode acontecer a algumas pessoas é nascerem em meio à abundância. Terão sim, muitas facilidades, mas facilidade demais nos impede de conhecermos todas as nossas forças e aptidões. É na exigência da dificuldade que se revelam nossas mais profundas forças.

    Penso que antigamente, a vida era tão dura e difícil, que as pessoas não tinham tempo para esse tipo de atitude. A uma maioria só restava lutar pela vida e pela sobrevivência. Passagens de frivolidade e superficialidade no passado são mais comumente associadas às cortes e às realezas, já que a riqueza e a fartura lhes permitiam tais leviandades. Atualmente as camadas mais pobres da sociedade continuam mais atentas aos itens essencias da vida: trabalho, alimentação, vestuário, moradia, etc. Ser bem sucedido para esse grupo significa não deixar faltar nada do essencial.

    Mas a classe média, abastada, mais se atém às aparências e ao status do que em desenvolver-se integralmente. Cresceram em poder aquisitivo, mas permanecem com a mesma essência de antes, tão preocupada com os bens materiais, e sem muito tempo – nem tampouco interesse – para dedicar-se a atividades mais nobres, como política, estudos, artes, etc. Pensar é atividade que demanda esforço, mas a classe média que trabalha 12, 13, 15 horas por dia para manter seu padrão de vida condicionado artificialmente, chega em casa tão cansada que nem cogita ler um livro ou se manter informado sobre a política do país. Acham que assistir ao Jornal Nacional basta. Suas mentes estão tão cansadas que lhes é conveniente e agradável sentar em frente à TV para assistir, anestesiados e “descansando”, preenchendo a mente com mais influências acondicionadoras. Quem sabe agora o comercial que passará entre os intervalos da novela das 8 dirá: “Está na hora de você trocar seu celular”! E assim o círculo vicioso mantem o impulso

  133. João Paulo Louzada
    setembro 25th, 2012 às 10:26

    Tema: Consumo alienado x Consumo consciente
    nós vivemos em um mundo capitalista que visa o consumo desenfreado em primeiro lugar, a alienação, ditas regras e modas impostas pela mídia que nos fazem acreditar que precisamos de tecnologias, entre outras coisas que na verdade são supérfluas, muitas vezes deixamos de adquirir produtos realmente necessários para o nosso bem estar para garantir certos luxos que são mero consumismo e não há nem a consciência de um descarte adequado.

    Engenharia Civil
    Matrícula: 6100001
    Ing029-20 / 1
    Prof: Carlos Soutinho
    topografia

  134. Edison Venancio da Silva Junior
    setembro 25th, 2012 às 15:17

    consumo consciente é uma necessidade ecológica e deveria ser um dos parâmetros de todo o programa de educação na infância. Esse indivíduo, assim educado, respeitará os limites do possível, do necessário e da utilidade. Será senhor do seu consumo, dono de suas escolhas, livre em suas decisões. Quem sabe, essa reflexão proposta ; não nos seja útil para um novo despertar de nossa condição humana e cidadã, inseridos em um mundo que exigirá de todos nós novos hábitos, novos caminhos, novas escolhas.

    Nome:Edison Venancio da Silva Junior;
    matrícula: 6100222
    Turma: ENG029-21/1
    CURSO: ENGENHARIA CIVIL / NOTURNO
    PROF.: CARLOS SOUTINHO

  135. Edison Venancio da Silva Junior
    setembro 25th, 2012 às 16:18

    consumo consciente é uma necessidade ecológica e deveria ser um dos parâmetros de todo o programa de educação na infância. Esse indivíduo, assim educado, respeitará os limites do possível, do necessário e da utilidade. Será senhor do seu consumo, dono de suas escolhas, livre em suas decisões. Quem sabe, essa reflexão proposta ; não nos seja útil para um novo despertar de nossa condição humana e cidadã, inseridos em um mundo que exigirá de todos nós novos hábitos, novos caminhos, novas escolhas.

    ALUNO:Edison Venancio da Silva Junior
    MATRÍCULA: 6100222
    TURMA: ENG029-21/1
    PROF.: CARLOS SOUTINHO / TOPOGRAFIA
    CURSO: ENGENHARIA CIVIL / NOTURNO

  136. Camille Costa
    setembro 25th, 2012 às 21:04

    Atualmente,o grande problema de todo o mundo tem sido a confusão entre crescimento e destruição. Medidas absurdas tem sido tomadas só para sustentar o consumo excessivo da sociedade.Outro grande fator é essa ” sede” de crescimento que todos têm, querendo desenvolver-se desenfreadamente sem pensar nas consequências, tais que se refletirão em um futuro bem próximo.
    O consumo passa a ser alienado quando adquirimos coisas totalmente desnecessárias,gastando cada vez mais com coisas supérfluas,ou seja,queremos comprar por uma vontade e não por necessidade.
    Consumir não é o problema,mas sim aonde essa alienação irá nos levar.

  137. Camille Costa
    setembro 25th, 2012 às 21:07

    Atualmente,o grande problema de todo o mundo tem sido a confusão entre crescimento e destruição. Medidas absurdas tem sido tomadas só para sustentar o consumo excessivo da sociedade.Outro grande fator é essa ” sede” de crescimento que todos têm, querendo desenvolver-se desenfreadamente sem pensar nas consequências, tais que se refletirão em um futuro bem próximo.
    O consumo passa a ser alienado quando adquirimos coisas totalmente desnecessárias,gastando cada vez mais com coisas supérfluas,ou seja,queremos comprar por uma vontade e não por necessidade.
    Consumir não é o problema,mas sim aonde essa alienação irá nos levar.

    Camille Costa
    turma:IEN012-12/1
    engenharia civil- manhã
    matrícula: 6100115
    prof:Jorge Kenedy

  138. Camila Barreto Inacio
    setembro 25th, 2012 às 21:27

    Hoje em dia se fala muito em consumismo, muitos deles desnecessários ou descontrolados, temos que para e pensar o quanto estamos enquadrados nesse tema. As pessoas tem uma necessidade de gastar, comprar,ou seja, TER! E é esse o consumo alienado é a necessidade de TER, sem se quer pensar se aquilo é realmente prioridade ou preciso, se consome ás vezes só por impulso ou vaidade. Nos dias de hoje, todos devem ter a consciência de consumirmos o necessário, não por impulso ou vaidade, concerteza se não mudarmos esse pensamento iremos cada vez mais ficar “alienados” e esquecermos de ser consciente!

    Aluna: Camila Barreto Inacio
    Matrícula: 4604230/Fisioterapia
    Professor: Antonio Carlos

  139. Milena Costa
    setembro 26th, 2012 às 13:33

    Abundância gera descaso. Somos apegados ao que é escasso. Tudo que é raro, é caro. Em meio à escassez damos mais valor às coisas e vivemos com mais consciência. Por isso muitas vezes concluo que a pior coisa que pode acontecer a algumas pessoas é nascerem em meio à abundância. Terão sim, muitas facilidades, mas facilidade demais nos impede de conhecermos todas as nossas forças e aptidões. É na exigência da dificuldade que se revelam nossas mais profundas forças.

    Aluna: Milena Costa
    2106522
    Ciências Contábeis
    Caxias/Noite

  140. Thays Medeiros
    setembro 27th, 2012 às 19:50

    A sociedade em peso adota hábitos consumistas. Sempre queremos mais. Abundância gera descaso. Somos apegados ao que é escasso. Tudo que é raro, é caro. Em meio à escassez damos mais valor as coisas e vivemos com mais consciência. Por isso muitas vezes a pior coisa que pode acontecer a algumas pessoas é nascerem em meio à abundância. Terão sim, muitas facilidades, mas facilidade demais nos impede de conhecer todas as nossas forças e aptidões. É na dificuldade que se revelam nossas mais profundas forças.A única solução para combater os hábitos consumistas é a educação. Só com boa informação é possível ter uma nova sociedade, com cidadãos conscientemente críticos.
    Thays Medeiros 6100191
    Topografia
    Eng Civil - manhã

  141. Beatriz de Castro
    setembro 27th, 2012 às 19:59

    No mundo atual , através dos meios de comunicação nos influencia a consumir e a querer sempre mais,de tal modo a comprarmos desenfreadamente, compulsivamente e intuitivamente, coisas que as vezes não precisamos e nem chegamos a usar,mas sim para satisfazer o nosso ego.Mas sabendo que a sensação que nos traz de prazer e de necessidade também faz parte do consumismo consciente.Os consumistas se diferenciam dos consumidores, pois estes compram somente serviços necessários para sobreviver, enquanto os consumistas compram muito, além do que realmente pecisam.O consumo alienado muitas vezes tem origens emocionais,sociais, financeiras e piscicologicas o que leva ao consumo exagerado.Com isso a sociedade deveria tomar a consciencia de que esse mundo cada vez mais capitalista tem que ser reeducado,onde cada pessoa deve ter noção do que realmente tem necessidade ou não.
    Beatriz de Castro
    Engenharia Civil 6100083
    Topografia - Carlos Soutinho

  142. Thays Medeiros
    setembro 27th, 2012 às 21:05

    É muito difícil nos dias de hoje um cidadão que vive em um país capitalista como o nosso não ser consumista. Porque consumir é um hábito natural da sociedade. Porém, quando isso é feito de forma excessiva e descontrolada torna-se um consumo alienado, que é preocupante hoje em dia, pois vivemos um momento em que se fala muito em desenvolvimento sustentável. Acredito que todos os cidadãos deveriam rever seus conceitos e analisar se tudo que compramos é o que realmente precisamos, pensando no meio ambiente e nos impactos causados a ele, proveniente do consumo desnecessário de uma sociedade extremamente consumista.
    Thays Medeiros
    G.A - IEN012-12
    Prof JK

  143. bruno
    setembro 28th, 2012 às 9:00

    NOME: bruno Paixao
    MATRICULA: 5801159
    IEN 18640
    CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO .
    PROFESSOR: JORGE KENEDY
    DUQUE DE CAXIAS / NOITE

    Todos nos sabemos que hoje o mundo gira em torno do capitalismo , a sociedade nos traz uma imagem bastante consumista , porem muitas das vezes isso pode ser uma coisa ruim , muita gente consume coisas desnecessarias apenas pelo simples fato de ter o vicio de gastar , e esquece de coisas importantes como investir no nosso meio ambiente , educacao e etc , a sociedade precisa se conscientizar de que assim ninguem chega a lugar nenhum , vamos pensar pra frente traçar objetivos investir em coisas necessarias!

  144. Ully Anne
    setembro 28th, 2012 às 14:19

    Vivemos em mundo extremamente consumista.. A mídia pré-define um padrão e, se você não estiver dentro dele, você faz parte da “ralé”. E, com isso, as pessoas começam a consumir coisas que não são necessárias. A cada ano que se passa há mais lixo eletrônico e mais descartes incorretos de produtos que não servem mais. Logo, tudo vira poluição. É necessária uma conscientização, um investimento extra em educação.. É a única solução para combater o consumo alienado.

    NOME: ULLY ANNE NELKEN - 5801131
    IEN 18640 CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
    PROFESSOR: JORGE KENEDYDUQUE DE CAXIAS / NOITE

  145. Mayara Suelen
    setembro 28th, 2012 às 18:33

    Vivemos em um mundo movido pelo consumismo, somos mais visto pelo que temos, do que pelo que somos. Assim estamos sempre na busca do “ter mais”, para sermos aceitos no ambiente em que vivemos e com isso não nos importamos com o futuro e com os males que nosso consumismo pode causar.
    Matricula: 5801225
    CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO .
    PROFESSOR: JORGE KENNEDY
    DUQUE DE CAXIAS / NOITE
    Turma: IEN186-40/1

  146. Thaline Donato
    setembro 29th, 2012 às 0:28

    O Consumo alienado se tornou marca registrada em todos os países. Muitas pessoas compram vários produtos só por causa da mídia, que vem influenciando cada vez mais o consumo exagerado. A mídia deveria reforça mais a questão da sustentabilidade para que a população se conscientizasse e passasse a reduzir seu consumo , reciclando e reutilizando mais as coisas.
    Thaline Donato Mendes
    6100030
    Turma: G.A IEN012-12
    Prof: Jorge Kenedy

  147. Elena Rodrigues
    setembro 29th, 2012 às 11:09

    Nas últimas décadas houve um aumento significativo do consumo em todo mundo, provocado pelo crescimento populacional e, principalmente, pela acumulação de capital das empresas que puderam se expandir e oferecer os mais variados produtos, conjuntamente com os anúncios publicitários que propõe o consumo a todo o momento. Consumir é necessário, mas para evitar os impactos negativos para a sociedade e meio ambiente, as pessoas precisam se conscientizar. Cabe a cada pessoa avaliar o que realmente é necessário comprar. Afinal cada um administra seu dinheiro como quer.

    ELENA R. RODRIGUES
    Curso: Eng. Civil
    Turma: IEN 012-12/1
    Profº Jorge Kenedy

  148. Lohana Lopes
    setembro 30th, 2012 às 9:31

    O consumo sempre foi necessário para a sobrevivência do homem, mas hoje em dia vivemos em uma sociedade aonde consumo tornou-se desenfreado e imediatista, as pessoas passaram a transferir e aliviar suas ansiedades e medos no consumo. Nascemos e não somos mais seres humanos com características individuais, somos filhos de um sistema e seremos mais um dos servidores desse mesmo sistema. Enquanto governo e a mídia incentivam o consumo, milhares de pessoas não possuem o mínimo para sua sobrevivência, vivem em estado de miséria,mas estamos tão dominados e controlados que tudo tornou-se algo normal, porque o importante é você estar consumindo e ser feliz por alguns segundos. As pessoas passaram a ser medidas pelo o que elas têm e não pelo que elas são. Somos bombardeados o tempo todo ela mídia que só seremos felizes e realizados. Mas será que essa é a verdadeira felicidade? Perdemos a simplicidade da felicidade, que está contida em pequenos atos, em pessoas, e não no simples segundo da compra de um sapato. Vivemos em um planeta finito, e se continuarmos consumindo ser quaisquer medida, as gerações futuras não teram o mínimo para o próprio sustento, precisamos reorganizar essa sociedade descartável, para uma sociedade consciente e sustentável.
    Lohana Lopes P.
    Curso: Engenharia Civil
    turno: manhã
    turma: IEN 012-12/1
    Professor: Jorge Kenedy

  149. João Paulo Louzada
    setembro 30th, 2012 às 10:14

    Somos todos peças indispensáveis desse sistema chamado mundo. O que está causando um certo desequilíbrio de consumo é a mania que o ser humano tem de nunca estar satisfeito com nada, e sempre querer superar o outro. Até certo ponto isso é muito bom, porém as pessoas que podem ter tudo que o dinheiro pode comprar distorcem muito esta ideia, e influenciam muito quem vem abaixo delas. Quem tem o poder de começar a mudar esse panorama não está muito interessado nisso.
    João Paulo Louzada
    Matrícula: 6100001
    Professor: Jorge Kenedy
    Turma: IEN 012-42 Engenharia Civil

  150. Quézia Knup
    setembro 30th, 2012 às 16:58

    Infelizmente esse é um assunto muito falado mas pouco exercido. Os brasileiros num modo geral são muito consumistas. Hoje em dia a própria mídia mostra que para sermos “descolados” temos que estar sempre atualizados. E com isso só aumenta o consumo exagerado. Temos que parar para pensarmos que o importante não é aquilo que temos, mas o que somos!
    Quézia Knup
    Engenharia Civil- manhã
    Profº Jorge Kennedy
    turma: IEN012-12/1 geometria analítica

  151. Luciene Rodrigues
    setembro 30th, 2012 às 21:23

    Infelizmente no dia de hoje o consumo está totalmente desiquilíbrado, observamos nas sociedades a exclusão da maior parte das pessoas do consumo efetivo do patrimônio produzido e com isso o aumento do consumo exagerado dos produtos. Acredito que a Educação ambiental nas escolas ajudaria muito a resolver estes problemas, porque a maioria da população ainda não conhecem os meios de economia e reciclagem, e o quanto é importante para o equilíbrio do Meio Ambiente. E com isso aprenderíamos a ter consciências do mundo em que vivemos passando a ser um mundo SUSTENTÁVEL..

  152. Luciene Rodrigues
    setembro 30th, 2012 às 21:27

    Infelizmente no dia de hoje o consumo está totalmente desiquilíbrado, observamos nas sociedades a exclusão da maior parte das pessoas do consumo efetivo do patrimônio produzido e com isso o aumento do consumo exagerado dos produtos. Acredito que a Educação ambiental nas escolas ajudaria muito a resolver estes problemas, porque a maioria da população ainda não conhecem os meios de economia e reciclagem, e o quanto é importante para o equilíbrio do Meio Ambiente. E com isso aprenderíamos a ter consciência do mundo em que vivemos passando a ser um mundo SUSTENTÁVEL..
    Eng. Civil - Noite
    Prof° Jorge Kennedy
    Turma IEN0-012/42 geometria analítica

  153. Gabriel Oliveira
    setembro 30th, 2012 às 21:42

    Ja em alguns anos este consumismo exagerado vem aumentando absurdos, principalmente com o sexo feminino, mulheres sao muito consumistas. A midia ajuda e muito este aumento, fazendo com que as pessoas se sintam sempre desatualizadas e “cafonas”. Dai vai das proprias pessoas terem a cabeca no lugar e comprar consciente, comprar por necessidade e nao por compulsividade.

    Gabriel de O. Fernandes
    Curso: Eng. Civil
    Turma: IEN012-12/1
    Profº Jorge Kenedy

  154. Douglas
    setembro 30th, 2012 às 22:05

    Infelizmente, vivemos, na atualidade, um momento em que a compra de algo necessário virou a necessidade de comprar algo. As pessoas não compram mais o que precisam; elas apenas compram, sem se preocupar se aquilo é realmente necessário ou não, sem se preocupar com a origem do que adquirem, se sua fabricação agride a natureza ou se seu uso trará algum malefício para a mesma. Elas compram apenas para ostentar, uma vez que a sociedade de hoje em dia preza pelo que você tem, e não pelo que você é.

    Aluno: Douglas Pinto de Oliveira
    Curso: Engenharia Civil (Manhã)
    IEN012-12 / 1 - Geometria Analítica
    Professor: Jorge Kenedy

  155. Igor Rangel Gomes
    setembro 30th, 2012 às 22:15

    No mundo em que vivemos, acabamos sendo influenciados a consumir coisas que não são importantes para o nosso dia-a-dia, e muitas vezes acabamos desprezando o que realmente é importante para a gente. Acabamos nos tornando escravos disso, e com isso acabou virando um hábito que criamos dentro de nós pelo que a mídia oferece e acaba passando para a gente!

    Igor Rangel Gomes 6100016
    Curso: Eng. Civil
    Turma: IEN012-12/1
    Profº Jorge Kenedy

  156. Camila Saleh
    setembro 30th, 2012 às 23:29

    Não é difícil atualmente, encontrarmos aqui e ali, seja na internet ou na televisão, especialistas orientando as pessoas a reverem seus valores e olharem mais para si mesmas, enfim, a encontrarem a felicidade autêntica que se alcança vivendo a vida. Viver a vida representando quase sempre um retorno à simplicidade, à essência das coisas e, também, a voltarmos nossas atenções mais as pessoas do que para “coisas”, se afastando desse mundo de aparências, cobranças e do que podemos chamar de vaziedade.
    No mundo em que vivemos, a sociedade acaba sendo influenciada pelo que chamamos de mídia. Mas penso que cada um se influencia no que acha que possa ser bom pra si próprio.

    Camila Saleh
    Mat.: 6100038
    Prof.: Jorge Kenedy
    Engenharia Civil/Manha
    Geometria Analítica IEN12-12/1

  157. JORGE SANTOS LUPARELLI
    outubro 1st, 2012 às 0:03

    Vivemos em um mundo onde é “obrigado” a praticar o consumo alienado, as propagadas fazem com que as pessoas acreditem e convencem que é o certo. Sendo uma população capitalista, o consumismo faz isso com as pessoas… Acabam comprando o que não é necessário, e sim para mostrar a outros que podem e tem.
    Agora ser um consumista consciente é ser sustentável, vendo populações com tanto e outras com tão pouco, sofrem até pela falta de alimento. E sim preserva consumindo o necessário para começa a preservar o nosso mundo.

    TURMA: IEN012-12
    PROFESSOR: JORGE KENNEDY
    TURNO: MANHÃ
    CURSO: ENGENHARIA CIVIL

  158. Thiago Ribeiro
    outubro 1st, 2012 às 4:39

    O Consumo alienado está se tornando muito constante na vida do povo, com um índice preocupante em relação ao nossos recursos naturais.O consumismo alienado provoca danos ao planeta com o aumento do lixo e a extração de recursos naturais para atender a demanda da sociedade, devemos conscientizar as pessoas mostrando que o Consumo está prejudicando o nosso planeta. E necessário começar em nós o exemplo de bons hábitos e bons comportamentos para salvar o nosso planeta e o Meio Ambiente, devendo servir como exemplo para as gerações futuras

  159. Flavia Oliveira
    outubro 1st, 2012 às 9:45

    Acho que muitas pessoas estão entrando na onda de consumo alienado por que a midia determinar
    e assim estamos comprando sem precisa, poucos são os que consumo consciente consumidores este que compra aquilo que esta precisando não o que a midia induz a compra.
    ALUNA: Flavia dos Santos Oliveira
    MATRICULA:6100455
    TURMA: IEN012-42. Geometria Analítica.
    PROFESSOR: Jorge Kenedy.

  160. leonardo chiodo da silva
    outubro 1st, 2012 às 13:05

    Hoje em dia estamos vivendo em um mundo totalmente consumista de tudo, e o pior é que na maioria das vezes um consumo exagerado da parte de cada um, tanto em alimentos ou até mesmo em indisperdícios, o ser humano precisa se conscientizar de suas ações, pois sem perceber o maior prejudicado nisso tudo é a própia população, que necessita não só do planeta em que vive, mas principalmente dos recursos que nele existe, CONSCIÊNCIA JÁ!!!
    Aluno: LEONARDO CHIODO DA SILVA
    MATRICULA:6100165
    GEOMETRIA ANALÍTICA
    PROFº JORGE KENEDY

  161. Jéssica Luciana Matos Cortes
    outubro 1st, 2012 às 15:55

    Infelizmente o consumo alienado cresce de forma desenfreada, o consumo é feito sem saber o efeito de seus resultados, o que acarreta em uma enorme poluição e degradação do meio ambiente. É necessário que se crie uma politica de educação ambiental. Precisamos preservar o meio ambiente para termos uma melhor qualidade de vida. Nosso planeta precisa de atenção! Devemos respeitar a natureza! Podemos sim continuar a consumir, mas devemos fazer de maneira consciente, inteligente e sustentável.

  162. Caio Fernando Manoel Damacena
    outubro 1st, 2012 às 16:38

    Caio fernando Manoel Damacena
    Matricula: 6100156
    Turma: IEN012-42/1
    Professor: Jorge Kenedy - Geometria analítica

    Os brasileiros em um modo geral gostam muito de comprar, e muitas vezes acabam comprando coisas que na realidade nem precisão ou não tem condições de pagar, e com isso acabam acumulando dívidas que em algum momento da vida não consegue ter mais nada ou no pior dos casos ainda perde o que foi conquistado. Infelizmente muitas pessoas ainda não sabem se controlar!

  163. Jéssica Luciana Matos Cortes
    outubro 1st, 2012 às 20:12

    Infelizmente o sistema capitalista em que vivemos faz com que o consumo alienado cresça de forma desenfreada. O consumo, na maioria das vezes, é feito sem saber ou/e sem se preucupar com o efeito de seus resultados, o que acarreta uma enorme poluição e degradação do meio ambiente.
    É necessário que se crie uma política de educação ambiental. Nosso planeta precisa de atenção! Precisamos preservar o meio ambiente para uma melhor qualidade de vida. Devemos respeitar a natureza!
    Podemos sim continuar a consumir, mas devemos fazer de maneira consciente, inteligente e sustentável.

  164. Hellen
    outubro 1st, 2012 às 22:14

    As empresas e as agências publicitárias são fortes aliadas para esse consumo exagerado, bombardeando todos os dias nossas mentes para o consumo compulsivo. Consumir é um hábito natural da sociedade, porém quando é feito em excesso e descontroladamente torna-se um consumo alienado, e já que vivemos em meio ao desenvolvimento sustentável, isso se torna preocupante. Pensando no meio ambiente e nos impactos causados a ele, é necessário que o consumo seja visto como o que precisamos e não como o que queremos.

    Hellen Martins 5800975- Engenharia de Produção
    Carlos Soutinho- Controle de qualidade

  165. Renan Pena Viana
    outubro 1st, 2012 às 22:55

    Vivemos em um mundo capitalista onde cada vez mais perdemos a noção de limites de consumo, onde até países não capitalistas estão se rendento a este “ritual”. A verdadeira face desse consumo não traz todo benefício que se é esperado, e assim exploramos além dos limites e poluímos o que nos é mais importante, que é nossa grande natureza. Precisamos nos consciêntizar de nossas ações e buscar equilibrar nossa sociedade para conseguir salvar nosso planeta dos exploradores.

  166. Magno Eugenio
    outubro 8th, 2012 às 4:15

    A globalização que vemos hoje em dia acaba tendo um efeito negativo sobre a cultura porque vemos que o evento globalização vem dia a pós dia transformando a cultura que erra boa que tinha como alvo modificar o ser humano para que ele vinhe-se a somar na sociedade e que gerasse em si um crescimento tanto intelectual como diante da sociedade em um individuo consumistas e que passa a pensar somente em si e na suas posses sem a questão do pensar o quanto as suas atitudes e seus efeitos causas ao planeta e a queles que estão ao seu redor, esse e o tipo de cidadão que a globalização que uma pessoa consumistas que não pensa por si e que deve ser conduzida por outros. E difícil de acreditar mais ainda a ligar para a cultura boa a cultura que transforma mentes e lugares nesse mundo que e chamado de globalizado mais essa cultura só vai se manter viva e alcançar a outro se essas pessoas não se renderem a mídia e a pressão desse mundo chamado globalização.

    Acd: Magno Eugênio P.Ribeiro 4108800
    Prof: Glauce Oliveira
    Cuidados de Enfermagem a Saúde do Adulto e do Idoso 2

  167. Dainidy Ribeiro
    outubro 16th, 2012 às 16:38

    A nossa sociedade a cada dia que passa necessita cada vez mais dessas palestras de concientização sobre o meio ambiente e o nosso modo de viver com esses novos consumos excessivos que vem sendo afetado com essas novas inovações no mercado tão competitivo, isso só nos incentiva a consumir mais e mais, conhecimentos agora não precisa ser debatido em grupos e sim apenas acessar a internet que teremos o resultado, essa tecnológia em uma parte nos ajuda e em outra só faz a sociedade se distanciar um do outro cada vez mais, hoje em dia a nova geração só pede ipod, ipad, iphone, etc, esse são os novos brinquedos das crianças e adultos por causa da mídia que só pensa em divulgar altas tecnológias para aumentar o capitalismo na nossa sociedade, vamos aproveitar essas palestras para termos uma conciência melhor sobre o que é aproveitar a vida sem precisar de um alto consumo.

    Estudante de Engenharia de Produção.
    Prof Cristina Alves.

  168. Carlos Macgyver Bezerra Alexandre
    novembro 12th, 2012 às 22:49

    TURMA: IEN012-12
    PROFESSOR: JORGE KENNEDY
    TURNO: MANHÃ
    CURSO: ENGENHARIA CIVIL

  169. Carlos Macgyver Bezerra Alexandre
    novembro 12th, 2012 às 23:10

    TURMA: IEN012-12
    PROFESSOR: JORGE KENNEDY
    TURNO: MANHÃ
    CURSO: ENGENHARIA CIVIL
    Temos que ter concientização sobre o meio ambiente ,o mundo a cada dia sofre mais com os desgastes que causamos a ele e a si proprios ,pensamos em crescimento em globalização fechamos os olhos para os consumos desenfreado feito sem saber o efeito de seus resultados, o que acarreta em uma enorme poluição e degradação do meio ambiente. É necessário que se crie uma politica de educação ambiental. Que seja inteligente e sustentável que conte com o crescimento com o minimo possivel de desgaste ambiental.

  170. Reginaldo Machado Figueiredo
    novembro 19th, 2012 às 1:41

    Interessante é perceber que o que distingue crescimento econômico de estagnação é o fato do grande empresário decidir não investir no setor especulativo ao produtivo.É o consumo que faz esquentar os mercados e por conseguinte faz mover e girar a roda do crescimento,esse pesado mecanismo que traz no seu bojo aqueles poucos que detém quase tudo o que é produzido e muitos que mal tém o necessário para sobreviver.A assombrosa produção da industria moderna esta diretamente ligada a nossa cultura de consumo e de produção alucinada de lixo mas principalmente na geração de concentração de renda ainda maior nas mãos de poucos.
    A redistribuição de renda ao meu ver não é apenas uma questão político ideológica, é uma condição de sobrevivência no planeta.Ou viveremos dependentes do grande capital, do consumo desenfreado e da delapicação do ecosistema.

  171. Reginaldo Machado Figueiredo
    novembro 19th, 2012 às 20:19

    Primeiramente devemos distinguir os tipos de cotas, porque percebo que as cotas para o ensino público não tem a mesma rejeição que as cotas raciais. Então partindo do presuposto que as cotas reservadas ao ensino público seje relativamente aceita ja que trata se de uma ferramenta que inegavelmente democratizou o acesso ao ensino superior no Brasil ja que o ensino fundamental e o médio público de longe não vinham cumprindo esse papel _de inserção do aluno no ensino superior público. Mesmo sendo este(cotas) um mecanismo insuficiente para resolver integralmente todos os problemas que vive a educação, sou da opinião de que se de todo não cumpre se espelha estes problemas homogêneamente indiscriminando nivel escolar. Para mim esse ponto é o ponto fundamental. A gênese da solução desses problemas esta na discução do ensino público nesse país coisa que não acontece. Se antes voce tinha, como ainda tem, grande parcela dos filhos da classe média em escolas particulares, classe esta que sempre foi o termômetro das discuções, classe formadora de opinião, do outro lado voce tem a incapacidade do ensino fundamental e médio público de iserção servindo como uma forma de segregação. Quais alunos adentraram à universidade pública a dez anos atrás?
    Sou inteiramente a favor das cotas raciais.
    Para que eu construa uma reflexão me calço na desconstrução daquilo que é o cerne da posição contrária às cotas que é a igualdade.” Isonomia não é tratar todos iguais e sim tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais na medida de suas desigualdades”. Não que o negro ou o indígena seja capaz ou incapaz de passar no vestibular ou em qualquer outro concurso. Nem é essa a questão, isso não vem ao caso.Trata se de constatar o fosso social em que certas classes se encontram nesse país e como os negros e os indigenas estão “ainda” totalmente inseridos nele. O quanto os negros, por exemplo, ainda hoje são segregados e quanto isso se reflete dentro das instituições no que tanje a proporção individual daqueles que a constitui. E esta é uma dívida que temos com esta parcela da população que foi historicamente relegadas a própria sorte depois de um longo período que foi o processo escravista no Brasil. Qual o papel do estado que não a promoção da verdadeira isonomia ao qual citei aqui nesse comentário.
    Turma: Historia 1° período.
    Matricula: 2500671.
    Turno: noite.

  172. Mariane
    novembro 29th, 2012 às 20:59

    No mundo capitalista em que vivemos ,somos influenciados a consumir sem priorizar o que realmente é importante e necessário para vivermos,o que realmente importa é consumir, nos tornamos escravos da tecnologia e do consumo.Ao ouvirmos falar de consumo alienado, nos vem na cabeça a ideia de perturbação, loucura, insanidade… mas, se tratando de consumo, essa alienação se torna (infelizmente) necessária para muitos de nós atualmente. Tudo que consumimos (tanto bens materiais quanto alimentos) são coisas que, de uma certa forma, nos faz reforçar a situação de escravidão que vivemos, pois quanto mais adquirimos produtos industrializados mais poder damos às empresas que nos oferecem esses tipos de “PRODUTOS”.Com tanto descaso com nosso planeta, irá chegar a hora que teremos que puxar uma enorme descarga limpando a imundície que está se tornando o nosso mundo, pana que desceremos juntos…
    aluna:Mariane Carvalho
    Turma:Estética e Cosmética
    turno:noite 1ºperíodo
    matricula:0101278

  173. Adriana
    dezembro 2nd, 2012 às 13:29

    Hoje em dia o ser humano é valorizado pelo que tem e não pelo que é o consumo exagerado é uma forma de realização pessoal, são poucos que usam verdadeiramente a razão no momento de uma compra, a moda as propagadas da TV as facilidades de forma de pagamento tudo isso é uma impulso pra ganhar o consumidor, na verdade somos manipulados todo tempo a comprar o que não necessitamos, o equilíbrio é fundamental para que temos um consumo consciente das nossas necessidades não por qualquer tipo de ostentação.

  174. Reginaldo Machado Figueiredo
    dezembro 25th, 2012 às 23:16

    Interessante é perceber que o que distingue crescimento econômico de estagnação é o fato do grande empresário decidir investir no setor produtivo ao especulativo.É deste ponto que o consumo faz esquentar os mercados e por conseguinte faz mover e girar a roda do crescimento,esse pesado mecanismo que traz em seu bojo aqueles poucos que detém quase tudo o que é produzido e a grande maioria que sobrevive, tão somente, da venda de sua força de trabalho.
    A assombrosa produção desta moderna indústria esta diretamente ligada a nossa cultura de consumo e de produção alucinada de lixo mas principalmente na geração de concentração de renda ainda maior nas mãos de poucos.
    Os mercados de produtos descaracterizados de sua verdadeira função não tem em seu fim o abastecimento racional humano e sim a geração de concentração de riquezas.
    A redistribuição de renda ao meu ver não é apenas uma questão político ideológica, é uma condição de sobrevivência do homem no planeta.Ou viveremos dependentes do grande capital, de um consumo alucinado e da dilapidação do nosso ecosistema.

    ALUNO:REGINALDO MACHADO FIGUEIREDO
    CURSO:HISTORIA 1°PERIODO
    MAT.2500671

  175. Ivan Christo
    abril 7th, 2013 às 21:50

    Com a globalização e a possibilidade de consumir objetos e serviços nunca antes imaginados pela população brasileira como um todo, todos nós viramos alvos de um consumismo desenfreado, com o advento da tecnologia e a oferta constante de novos produtos a todo instante, dificilmente você não é conquistado por esse marketing de consumo desenfreado e enlouquecido por novidades, temos varios exemplos tais como o celular que quando foi lançado era grande pesado e só ligava, parece engraçado hoje falarmos isso, pois a finalidade do celular realmente era só ligar, os telefones de hoje são verdadeiros computadores de bolso e já se tornaram itens obrigatórios e não mais acessórios, muito longe estamos de um consumo conciente de serviços e produtos.

    Ivan Christo
    Engenharia de Produção (5801327)

  176. Adriana Bernardes
    abril 11th, 2013 às 14:30

    O capitalismo prometeu desde seu ínicio a desigualdade baseada no que uma pessoa tem (ou melhor, no que a pessoa não tem?) de uma forma que era impossível de se imaginar há decadas atrás. Hoje em dia, ter é ser, e ser é poder. A aparência tomou conta da sociedade, e o poder de convencimento se encontra vestido de peças caras, diamantes ou no comercial da nova estação. Isso cria uma tendência doentia nas pessoas que se deixam levar por uma alienação, querendo se sentir infiltradas num grupo e desejando piamente pertencer á sociedade. A mídia usou o que temos de melhor (ou pior, se usado de má forma) para poder manifestar em nós desejos que beneficiariam seus próprios bolsos: nossas emoções. E como seres humanos, somos puxados para as emoções. Sem a falta de equilibrio é impossivel exercer algum tipo de resistência.. nós vamos querer ser a mocinha do cinema, vamos achar que o padrão de corpo da modelo no outdoor é a certa e vão nos fazer acreditar no que eles Então, elas de forma inconsciente ou cosciente, velejam pelos marés do capitalismo, se induzindo por brilhos em outdoors e por vitrines chamativas. Mas, se a pessoa tem consciência das suas necessidades atuais, e souber adminstrar isso da melhor forma, ela poderá não se afundar nessa alienação. Apenas sendo ela mesmo, sem receio do que isso poderá significar aos olhos da sociedade. Foi assim, que afinal, os grandes conseguiram fazer a diferença. E não sendo robôs influenciados pelo sistema de sua geração. É importante pensar sobre isso.

  177. Adriana Bernardes
    abril 11th, 2013 às 15:26

    O capitalismo prometeu desde seu ínicio a desigualdade baseada no que uma pessoa tem (ou melhor, no que a pessoa não tem?) de uma forma que era impossível de se imaginar há decadas atrás. Hoje em dia, ter é ser, e ser é poder. A aparência tomou conta da sociedade, e o poder de convencimento se encontra vestido de peças caras, diamantes ou no comercial da nova estação. Isso cria uma tendência doentia nas pessoas que se deixam levar por uma alienação, querendo se sentir infiltradas num grupo e desejando piamente pertencer á sociedade. A mídia usou o que temos de melhor (ou pior, se usado de má forma) para poder manifestar em nós desejos que beneficiariam seus próprios bolsos: nossas emoções. E como seres humanos, somos puxados para as emoções. Sem a falta de equilibrio é impossivel exercer algum tipo de resistência.. nós vamos querer ser a mocinha do cinema com as roupas perfeitas, vamos achar que o padrão de corpo da modelo no outdoor é a certa, e vão nos fazer acreditar no que eles querem. Então, influenciados e ofuscados por essa ilusão, de forma inconsciente ou cosciente, velejam pelos marés do capitalismo, se induzindo por brilhos em outdoors, e por vitrines chamativas. Mas, se a pessoa tem consciência das suas necessidades atuais, e souber adminstrar isso da melhor forma, ela poderá não se afundar nessa alienação. Apenas sendo ela mesmo, sem receio do que isso poderá significar aos olhos da sociedade. Foi assim, que afinal, os grandes seres humanos da história conseguiram fazer a diferença. E não sendo robôs influenciados pelo sistema de sua geração. É importante pensar sobre isso.

    Aluna: Adriana Batista Bermardes
    Turno: Noite
    Professor: Tereza Cristina
    Matricula: 0101268

  178. Tamille Lopes
    julho 21st, 2013 às 17:00

    Os brasileiros,já não sabem mais o que é ou como é o consumo,eles apenas fazem o consumo alienado por falta do que fazer sem consciência e sem se dar conta que é o planeta que está sofrendo as consequência de tamanho exagero.

  179. maria izabel ferreira de souza
    novembro 1st, 2013 às 8:54

    Essa questão é muito simples na teoria mas na prática é mais complicado, ainda mais nos dias de hoje. O consumo consciente é aquele onde consumimos porém com disciplina e na maioria das vezes somente aquilo que precisamos o consumo alienado é aquele onde consumimos tudo sem filtro, sem saber se realmente precisamos daquilo que estamos consumindo, apenas para não ficar obsoleto ou ultrapassado ou fora de moda. Na prática do nosso dia a dia, é muito difícil fazer o tal consumo consciente, pois a cada minuto surgem novas tecnologias, novas tendencias de vestuário e nós não queremos ficar para trás, a consequência disso é esse consumo exacerbado das coisas, fazendo com que os recursos naturais sejam cada vez mais explorados e também uma geração cada vez maior de lixo e tudo mais.

  180. Carlos Vinicius F. Ribeiro
    novembro 7th, 2013 às 18:30

    Carlos Vinicius F. Ribeiro
    Curso: História - 4º período
    Matrícula: 2500627
    Disciplina: Estágio Supervisionado I

    A questão do consumo alienado e consumo consciente, de um ponto de vista histórico, é um debate contemporâneo. Esse consumo alienado gerador de poluição, é derivado da política do “american way of life” uma das consequências diretas da crise global de 1929. Nessa época, nos EUA, a sociedade era vista como sociedade de consumidores, daí a grande quantidade de produção industrial americana que resultou na crise de superprodução e subconsumo. a questão ambiental, muito em alta nos nossos dias, é que promove esse debate de produção sustentável, porém, a quantidade de consumo implica diretamente nos lucros das indústrias, que gastarão mais por uma produção com preservação ambiental, como no caso da eliminação de resíduos da fábrica por exemplo. O capitalismo é o grande motor para esse tipo de consumo.
    A solução para o consumo e produção sustentáveis está na educação ambiental. Essa educação pode e deve ser oferecida nas escolas e universidades de todo Brasil, porque é o único meio de garantir que essa política de preservação ambiental seja eficaz. Afinal de contas, nas palavras do sociólogo francês Émile Durkheim: “a moral tem que ser amada”. A moral que o autor fala, nada mais é que as regras do convívio social proposto em cada sociedade. Se a nossa moral for sustentável, ela será amada. Portanto, precisa ser moral.

  181. Lucimeire
    novembro 18th, 2013 às 13:26

    Aluna: Lucimeire
    Curso:Licenciatura em Artes Visuais
    Matrícula:0200584
    Professores: Alexandre Sá e Cíntia Bonfim

    Comentário sobre: Consumo alienado x Consumo consciente

    Consumo alienado ignora valores, não tem comprometimento com preservação e pouco ou nada se importa com o meio em que vivemos. Como o texto diz:”somos filhos de uma cultura que define como certo e errado, por isso é tão difícil pensarmos ao contrário”, o mundo mudou, os homens mudaram e a Terra está sendo mudada, o que antes durava hoje é descartado em menos tempo, o Planeta está no limite, a nossa saúde está no limite. Quantas lutas foram travadas pela preservação da nossa Terra, quantas vidas foram tiradas por defenderem uma distribuição de terras de forma justa e com dignidade. Essas pessoas lutaram para dizer que é possível consumir de maneira inteligente e sustentável. Viva Irmã Doroti, Chico Mendes e tantos outros mártires.

  182. Marcio Roberto Carvalho de Paula
    novembro 20th, 2013 às 17:46

    Consumo alienado pode ser percebido em consumidores cuja alegria consiste apenas em obter aquilo que não lhe será útil no momento . Seu prazer reside apenas no fato de obter aquilo que fulano ou sicrano tem .
    É forçoso dizer que tais individuos cuja lógica do consumo está pautada nos outros , e, não em suas necessidades , alimentam e reforçam esse capitalismo carniceiro promotor das desigualdades sociais , cuja base pautada na mais valia permanece até hoje.
    Não somente isso os consumidores alienados são inconsequentes pois não pensam no meio ambiente ( muitos produtos exigem muito dos recursos naturais ) , no próximo ( a questão de alguns calçados serem fabricados por mãos de obra escrava ) .

  183. Ingrid Ladeira
    novembro 23rd, 2013 às 18:19

    Aluna: Ingrid S. Ladeira.
    Disciplina: Geo-História/Curso: História-2ºperíodo
    Prof: Andréa Queiroz.

    Quando pensamos em consumo, logo vem em nossa cabeça a ideia de globalização. Segundo Milton Santos, o consumo muda de figura ao longo do tempo, falava-se, antes, de autonomia da produção, para significar que uma empresa, ao assegurar uma produção, buscava também manipular a opinião pela vida da publicidade. Nesse caso, o fato gerador do consumo seria a produção.
    Podemos entender, que o trecho se remete ao consumo alienado, que muitas vezes vem da publicidade feita nos meios de comunicação, incentivando ao cidadão a comprar o que ele não precisa, o que não será útil no momento e que poderá trazer uma divida posterior, por exemplo, um celular que é lançado hoje, e daqui a 6 meses é lançado da mesma marca um modelo mais avançado, a pessoa que já tinha o celular lançado 6 meses antes, prefere trocar por um mais avançado, por uma questão de modismo.
    O consumo consciente é como uma necessidade, da qual a pessoa precisa para sobreviver, e também dentro dos padrões financeiros da mesma.
    A Globalização deu inicio ao consumo desenfreado, pessoas o tempo inteiro precisam comprar, porque senão não estarão dentro dos padrões mundiais. A falta de necessidade aumenta os índices devedores no Brasil e no mundo.

  184. Edson da Silva Garcez
    novembro 25th, 2013 às 14:33

    Aluno: Edson da Silva Garcez
    disciplina: Estágio Supervisionado II
    Professoras : Cintia Bonfim e Angela Maria Roberti
    5° Período
    Esses são os tipos de consumo que estão afligindo muito a vida da sociedade consumista que vivemos ,pois hoje o consumo esta tornando a vida das pessoas um transtorno porque quanto mais consumimos mais ficamos dependente daquilo que consumimos e isso faz com que sejamos pessoas que consomem sem pensar nas consequências.

  185. Mirielly Benvindo Amorim
    novembro 26th, 2013 às 18:49

    Mirielly Benvindo
    Curso: História –
    IHM165-70 / 1 - Estagio Supervisionado III (no Ensino Médio)
    Prof. Angela Roberti- Cintia Bomfim

    Como tema principal de quase todos os pontos criados no blog, percebemos o consumo como um grande ponto de partida para discutirmos vários assuntos relevante e importantes da nossa sociedade. O consumo é necessário para o desenvolvimento econômico do pais, mas temos que ter consciência de até onde vamos com a necessidade do consumo, isto é, de adquirir algum bem, pois quando isso foge do nosso controle e não precisamos de tal coisa, isso se torna preocupante. Já que podemos estar adquirindo tal objeto por influência de demais e de mídias. Por isso temos ter consciência do que precisamos.

  186. thamires A.Queiroz
    dezembro 2nd, 2013 às 13:02

    Thamires A.Queiroz
    Mat:2500587
    Prof°Cintia Bonfim
    Estagio II
    Considero que algumas pessoas compram produtos de forma consciente pois compram o que realmente precisam para sobreviver.

  187. thamires A.Queiroz
    dezembro 2nd, 2013 às 13:04

    Thamires A.Queiroz
    Mat:2500587
    Prof° Cintia Queiroz
    Estagio II

    Consumidor alienado é aquele que compra por comprar pelo simples fato de ter para mostrar para o outro que tem e principalmente que pode ter.

  188. ALEXANDRO SOUZA GONCALVES
    dezembro 6th, 2013 às 5:34

    Quantas vezes me pergunto se o que consumo é necessario ou futil, alienado ou consciente? Vivemos em um mundo capitalista onde quanto mais consumo, mais “tenho status”. Celulares, computadores, roupas, relógios. As vezes olhamos para nossos armários e vemos o quanto somos consumistas. O quanto nosso consumo é “maria vai com as outras”, demonstrando uma total alienação. Somos muitas vezes egoístas e quando analisamos a nós mesmos verificamos que poderíamos fazer ao outro feliz. Doando talvez aquilo em excesso que temos, compartilhando. Fazendo do nosso consumo um consumo somente do necessário.

  189. Ana Paula Dionisio
    fevereiro 16th, 2014 às 23:07

    Hojé em dia vivemos num mundo em que a midia dita a regra relacionada a modas,bens de consumo em nossas vidas,muitas vezes compramos por impulso ou só para dizer que possui determinada coisa os mesmo para ostentar.Antes acho que cada um devia fazer a seguinte pergunta a si mesmo sera que eu preciso disso.Muitas vezes somos movidos pelo impulso de ter aquela coisa naquele determinado momento e se esqueçemos que muita gente as vezes não possui nem uma roupa digna para vestir ou um prato de comida pra comer.Enquanto nós as vezes precisamos de determinada coisa só para aumentar o nosso egocentrismo durante alguns momentos.

    Ana Paula
    Curso de Estetica e cosmetica Duque de Caxias
    Turno Manhã
    Prof:Antonio Carlos

  190. Crismanne de Jesus Silva
    março 11th, 2014 às 14:54

    Estudante :Crismanne de Jesus Silva
    Curso:NUTRIÇÃO
    Professor: Antônio Carlos - Morfofisiologia 1

    Consumo alienado X Consumo consciente - Blog - Formação Geral

    O povo brasileiro é um consumista nato, e poucas vezes este consumismo é consciente , a população brasileira é uma população fácil de ser manipulada , se analisarmos o povo brasileiro veremos que este não deu certo .Da união de todas as etnias que formaram o povo brasileiro surgiu de um tipo estranho do “Homo Sapiens” o “Homo Sapiens Estupidus” A fonte mais poderosa criada para se propagar a alienação é a mídia e esta exerce grande influência sobre a sociedade . E é através dessa influência que ela usa sua principal estratégia : A manipulação . As pessoas acabam se tornando escravas de tudo que as emissoras produzem . Dessa forma distrai o público para manter sua atenção e dirigi-los à uma fonte de consumo inconsciente . O consumismo é considerado uma doença psicológica , esta afeta principalmente às mulheres , pois a elas cabem o trabalho de fazer as compras e manter a casa com os produtos necessários , porém na busca desses produtos acabam sempre por trazer algo desnecessário somente pelo simples prazer do “ter” ou do “achar belo ” .Por a sociedade ter esse distúrbio tão feroz que abrange praticamente a todos os membros que nela residem , vem afetando nos planos mais simples da vida no planeta Terra ,como o meio ambiente por exemplo quanto mais se consome coisas desnecessárias mais coisa desnecessárias são descartadas .Se num dado momento percebemos que isto ou àquilo que adquirimos não tem serventia o próximo passo é nos livrarmos do “objeto”, sendo assim a grande massa consumista tem grande parcela de culpa nos problemas ambientais que não cessam de ocorrer , e o pior é que não percebem , pois a correria para o consumo exagerado é tão voraz que não há tempo para ver o meio ao redor de si , perde-se assim a essência de “ser” ser humano .
    No slide há um trecho que me chamou atenção ,por ter tanta verdade nas palavras : “Não conseguimos mais enxergar a beleza das coisas simples que não sejam eletroeletrônicos”. Verdade ou inverdade ?
    Observando-me, e à sociedade ao meu redor percebo que tudo o que me foi passado neste slide é realmente um fato , cabe a cada um buscar mudar ou não .
    “O país não precisa mudar , as pessoas que o constituem sim para seu próprio bem “.

  191. Luana de Oliveira Sanches de Farias
    março 28th, 2014 às 16:22

    Aluna: Luana de Oliveira Sanches de Farias
    Materia: Estrutura e Anamnese Capilar
    Professora: Lina Correia
    Matricula: 0101458
    Turno : Noite

    Muitas pessoas fazem gastos sem ter ao menos um planejamento , e sem pensar nas futuras consequencias .
    Mediante a esse pensamento , se faz necessario uma reflexao do que se realmente precisa para que haja um consumo consciente. Geralmente o consumo alienado é feito muitas vezes atraves do impulso ou porque a pessoa nao tem uma certa preocupaçao e dissernimento ao mesmo.
    No consumo consciente ,ja há a percepção e dosagem quanto ao que realmente se precisa . O consumo é algo que há a necessidade de ser planejado , almejado , pois muitas pessoas fazem consumo de coisas sem saber se faz se necessário .

  192. Luana de Oliveira Sanches de Farias
    março 28th, 2014 às 16:42

    Materia: Estrutura e Anamnese Capilar
    Professora: Lina Correia
    Aluna: Luana de Oliveira Sanches de Farias
    Matricula: 0101458
    Turno: Noite

    Muitas pessoas fazem gastos sem ter ao menos um planejamento , e sem pensar nas futuras consequencias. Mediante a esse pensamento , se faz necessario uma reflexão do que realmente se precisa , para que haja um consumo consciente . Geralmente o consumo alienado é feito muitas vezes atravez do impulso ou porque a pessoa não tem uma certa preocupação e dissernimento ao mesmo.
    No consumo consciente , ja há a percepção e dosagem quanto ao que realmente se precisa . O consumo é algo que há a necessidade de ser planejado, almejado , pois muitas pessoas fazem consumo de coisas sem saber se faz se necessário .

  193. Luana de Oliveira Sanches de Farias
    abril 3rd, 2014 às 15:13

    Aluna: Luana de Oliveira Sanches de Farias
    Materia: Drenagem Linfatica
    Professora: Monique Maron
    Matricula: 0101458
    Turno : Noite

    Muitas pessoas fazem gastos sem ter ao menos um planejamento , e sem pensar nas futuras consequencias .
    Mediante a esse pensamento , se faz necessario uma reflexao do que se realmente precisa para que haja um consumo consciente. Geralmente o consumo alienado é feito muitas vezes atraves do impulso ou porque a pessoa nao tem uma certa preocupaçao e dissernimento ao mesmo.
    No consumo consciente ,ja há a percepção e dosagem quanto ao que realmente se precisa . O consumo é algo que há a necessidade de ser planejado , almejado , pois muitas pessoas fazem consumo de coisas sem saber se faz se necessário .

  194. luzia de fatima s. da silva
    abril 16th, 2014 às 0:05

    No mundo capitalista em que vivemos somos obrigados a consumir cada vez mais,por melhores tecnologias,a cada dia surge algo mais inovador e com mais recursos,cria-se uma “necessidade” de consumo desenfreada.
    A sociedade necessita dessas palestras de conscientização sobre o meio ambiente e o nosso modo de viver,com esse consumismo exagerado.
    É preciso que haja conscientização de todos,principalmente dos jovens,desde cedo ensinar as crianças como viver com respeito ao meio ambiente e ao nosso planeta.

    Materia:tópicos especiais em estética
    professora:Martha Mendonça
    turno:noite
    matr:0101369

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>